Home | Plataforma CSCS | Webmail | Documentos | Dúvidas Frequentes | Facebook | Instagram | Fale Conosco
HOME | INSTITUCIONAL | ASSOCIE-SE JÁ! | SERVIÇOS OFERECIDOS | HOTÉIS DE TRÂNSITO | REGIONAIS | POUSADAS | CASA DE APOIO | PROTEÇÃO AUTOMOTIVA | JURÍDICO | FALE CONOSCO | CSCSTV (vídeos)
img
img
img
Nome:
Email:
Confirme seu cadastro:
Nome:
(DDD)
Confirme seu cadastro:
Suspeito de furtar 200 kg de carne em restaurante de BH é preso
Publicado em 28/01/2021 14:01

Segundo os militares, o homem foi amarrado em um poste e agredido por moradores até a chegada dos policiais.

(Foto: Reprodução/Record TV Minas)

Um homem suspeito de invadir três vezes o mesmo restaurante e furtar 200 quilos de carne do estabelecimento foi preso na tarde desta terça-feira (27). A Polícia Militar localizou Erivelto Fernando Ferreira, de 40 anos, na Vila Savassinha, um aglomerado na região Noroeste de Belo Horizonte, a pouco mais de 300 metros do restaurante Xico da Kafua, no bairro João Pinheiro, região Noroeste.

Segundo os militares, o homem foi amarrado em um poste e agredido por moradores até a chegada das viaturas. A prisão ocorreu cerca de 10 horas após o último arrombamento no local. Os produtos furtados já haviam sido revendidos pelo suspeito.

Arrombamentos

O número de furtos cometidos pelo mesmo criminoso seria ainda maior, devido ao fato de que nas ações anteriores o suspeito roubou o cabeamento elétrico, impedindo o registro das ações pelo sistema de câmeras. A última invasão foi realizada na manhã de terça-feira e ocorreu dois dias após a prisão dele. O dono do estabelecimento, Ednardi Pereira Torres, ficou indignado com a situação.

— Só tenho elogios a Polícia Militar, que conseguiram prender o suspeito. O problema é o sistema, que o liberou logo em seguida. Ele tem a sensação de impunidade e eu a de revolta.

O homem teria roubado de 180 a 200 quilos de carne em menos de 10 dias. Segundo o proprietário do restaurante, somando os três roubos com os gastos de reparo, o prejuízo deixado é de pelo menos R$ 6 mil.

O ladrão de carnes tem uma longa ficha na polícia. São pelo menos 13 passagens por crimes contra o patrimônio, como furto, roubo e receptação. De acordo com a PM, Erivelto seria usuário de drogas e vivia nas ruas porque foi expulso de casa pela família.

Fonte: Luiz Casoni, da Record TV Minas

Redes Sociais
Centro Social dos Cabos e Soldados PM/CBM-MG - Rua Dom Oscar Romero, nº 500 - Belo Horizonte - Minas Gerais
Central de atendimento ao Sócio cscs@cscs.org.br | Fone Sede Social: (31) 3371-6563
© 2021 | Assessoria de Comunicação - CSCS PMCBM-MG