Home | Plataforma CSCS | Webmail | Documentos | Dúvidas Frequentes | Facebook | Instagram | Fale Conosco
HOME | INSTITUCIONAL | ASSOCIE-SE JÁ! | SERVIÇOS OFERECIDOS | HOTÉIS DE TRÂNSITO | REGIONAIS | POUSADAS | CASA DE APOIO | PROTEÇÃO AUTOMOTIVA | JURÍDICO | FALE CONOSCO | CSCSTV (vídeos)
img
img
img
Nome:
Email:
Confirme seu cadastro:
Nome:
(DDD)
Confirme seu cadastro:
Jovem vai comprar droga com nota falsa, é espancado e obrigado a engolir cédula
Publicado em 20/01/2021 13:01

Usuário entregou R$ 100 para adquirir crack, vendedores do entorpecente desconfiaram e chamaram gerente do tráfico para resolver situação.

(Foto: Polícia Militar / Divulgação)

Um jovem de 23 anos foi torturado e espancado ao ir comprar crack na vila Bimbarra, na região Oeste de Belo Horizonte, na noite dessa terça-feira (19), supostamente, com uma nota de R$ 100 falsa. O homem foi obrigado a engolir a cédula e ainda teve o celular roubado pelos criminosos.

Em conversa com os policiais militares, ao ir prestar queixa do roubo, a vítima contou que trabalhou o dia inteiro, recebeu a nota como pagamento e no período noturno deslocou até a vila para comprar a droga. Lá, "os pistas", que ficam responsável pela venda, afirmaram que era uma cédula falsificada.

"Eles chamaram o gerente do tráfico, levaram a vítima para um beco, onde ela foi agredida com socos e tapas no rosto. Os criminosos ordenaram que ele mastigasse a nota, sendo que entregaram até um copo de água para que ele engolisse. Em seguida ordenaram que ele saísse do aglomerado, mas ficaram com o celular da vítima", explicou o tenente Márcio Gonçalves, do 22 Batalhão de Polícia Militar.

Após a denúncia, militares deslocaram até o local das agressões. O jovem reconheceu um dos autores, que estava com uma criança de 6 anos no colo.

"Ele estava com uma criança, a enteada dele e uma mulher perto. Ordenamos que colocasse a menina no chão para que a abordagem fosse realizada. Ele obedeceu, mas depois sacou uma arma 9mm e começou a atirar contra os policiais", detalhou o militar.

Segundo a polícia, o homem, de 40 anos, disparou 15 vezes. Para se defender, a equipe policial revidou e o atingiu quatro vezes na mão. Ele foi socorrido e encaminhado ao Hospital de Pronto Socorro João XXIII, onde segue internado sob escolta policial e, a princípio, sem risco de morte.

"Durante o registro da ocorrência, o primo dele, de 20 anos, também foi reconhecido pela vítima como um dos autores da agressão e acabou preso. Nenhum militar foi atingido", contou o tenente.

As armas dos militares foram recolhidas e um procedimento interno será aberto para apurar o caso - procedimento normal na corporação.

O preso e a pistola 9mm foram encaminhados à Delegacia de Plantão 3 (Deplan).

Fonte: Carolina Caetano - O Tempo

MAIS NOTÍCIAS
O Governo de Minas Gerais dá aumento ao judiciário e calote na Segurança Pública

A notícia divulgada nesta última quinta-feira (7) do novo projeto de lei, sancionado pelo Governador de Minas, Romeu Zema, em recalcular base do terço de férias para juízes e desembargadores, sendo previsto...Leia mais.

PMMG anuncia as ações de segurança no Carnaval 2021

A notícia divulgada nesta última quinta-feira (7) do novo projeto de lei, sancionado pelo Governador de Minas, Romeu Zema, em recalcular base do terço de férias para juízes e desembargadores, sendo previsto...Leia mais.

Atuação do CBMMG durante intensas chuvas em Minas foi essencial para poupar vidas

A atuação dos militares converge e reflete a busca incessante da corporação pela segurança e preservação da população mineira, nas situações de catástrofe e...Leia mais.

12ª Cia PMMG apreende 689 kg de maconha e crack no município de Antônio Dias

Nesta segunda-feira (08), polícia militar da 12ª Cia MAMB prendeu homem suspeito de tráfico ilícito de drogas no município de Antônio Dias, Região metropolitana do Vale do Aço em Minas Gerais e...Leia mais.

Bombeiros encontram corpo de motorista que teve carro arrastado e caiu em rio

(Foto: Corpo de Bombeiros/ Divulgação)

Os bombeiros encontraram o corpo de um motorista que teve o carro arrastado enquanto atravessava uma ponte sobre o Rio Mosquito, em Porteirinha, no Norte de Minas. As buscas...Leia mais.

VER TODAS AS NOTÍCIAS
Redes Sociais
Centro Social dos Cabos e Soldados PM/CBM-MG - Rua Dom Oscar Romero, nº 500 - Belo Horizonte - Minas Gerais
Central de atendimento ao Sócio cscs@cscs.org.br | Fone Sede Social: (31) 3371-6563
© 2021 | Assessoria de Comunicação - CSCS PMCBM-MG