Home | Plataforma CSCS | Webmail | Documentos | Dúvidas Frequentes | Facebook | Instagram | Fale Conosco
HOME | INSTITUCIONAL | ASSOCIE-SE JÁ! | SERVIÇOS OFERECIDOS | HOTÉIS DE TRÂNSITO | REGIONAIS | POUSADAS | CASA DE APOIO | PROTEÇÃO AUTOMOTIVA | JURÍDICO | FALE CONOSCO | CSCSTV (vídeos)
img
img
img
Nome:
Email:
Confirme seu cadastro:
Nome:
(DDD)
Confirme seu cadastro:
Belo Horizonte teve perseguição e troca de tiros na noite de domingo
Publicado em 19/01/2021 12:01

Uma mulher, que estava com o filho de apenas 1 ano e 2 meses e dirigia o carro, levou um tiro na mão.

(Foto: Google Street View/ Reprodução)

O Bairro Horto, em Belo Horizonte, foi palco de cenas de cinema. Perseguição, tiros, tentativa de atropelamento de policiais, uma mulher ferida e dois homens presos. Esse foi o saldo de uma perseguição da Polícia Militar a um Pointer vermelho, dirigido por uma mulher, no final da noite de domingo, na Avenida Silviano Brandão.

Três pessoas foram presas, sendo uma mulher, de 24 anos, e dois homens, de 34 e 36, respectivamente. A mulher, identificada por Ludmila, ficou ferida – levou um tiro na mão.

Os policiais, segundo o tenente Max, do 16º BPM, haviam recebido duas denúncias de tiros na noite. A primeira de que tinham sido ouvidos sete estampidos. A segunda, oito. Foram até a Rua João Alfredo e, ao chegarem, perceberam que um Pointer arrancando em alta velocidade ao avistar a viatura da PM.

Os policiais saíram, então, em perseguição. Primeiro, na Avenida dos Andradas e, num brusco movimento, o veículo em fuga retornou pela Avenida Silviano Brandão. Foi quando aconteceu a primeira colisão, contra um Fiesta de cor prata. Desvencilhou-se e continuou a fuga.

Logo à frente, teve de parar num sinal, que estava fechado e porque havia outros carros parados à frente dele. Foi quando a viatura policial se posicionou atrás do fugitivo. Os militares desceram e deram ordem para que os seus ocupantes descessem. Em vez disso, a motorista arrancou o veículo, de ré, investindo contra os policiais, que saltaram para não ser atropelados.

O carro tentou prosseguir na fuga, no entanto, bateu em um Palio de cor preta e acabou indo de encontro à mureta que separa as pistas da Silviano Brandão. Nesse instante, ouviu-se um estampido. Um dos ocupantes do Pointer vermelho atirara contra os policiais, que revidaram, atingindo o veículo várias vezes. Os vidros se quebraram.

Então, saiu de dentro do veículo uma mulher, Ludmila, com uma criança no colo e mostrando a mão esquerda ferida; ela pedia socorro. Os policiais se aproximaram e deram voz de prisão aos ocupantes do Pointer.

Mulher foi medicada

Socorreram a mulher ferida, que foi levada, com o bebê, de 1 ano e 2 meses, para o Pronto-Socorro. Lá, ela foi medicada, assim como o bebê, que tinha escoriações provocadas, possivelmente, por estilhaços dos vidros quebrados.

Ao revistarem a bolsa de Ludmila, os policiais encontraram um revólver calibre 38, que segundo ela, pertenceria a um de seus amigos, que teriam plantado a arma em sua bolsa.

No local da prisão, na Silviano Brandão, os militares encontraram mais um revólver.

Os dois homens foram levados para o Plantão do Detran, já de madrugada. A mulher também será presa. O bebê deve ser entregue ao Juizado de Menores.

Fonte: Ivan Drummond - Estado de Minas

Redes Sociais
Centro Social dos Cabos e Soldados PM/CBM-MG - Rua Dom Oscar Romero, nº 500 - Belo Horizonte - Minas Gerais
Central de atendimento ao Sócio cscs@cscs.org.br | Fone Sede Social: (31) 3371-6563
© 2021 | Assessoria de Comunicação - CSCS PMCBM-MG