Home | Plataforma CSCS | Webmail | Documentos | Dúvidas Frequentes | Facebook | Instagram | Fale Conosco
HOME | INSTITUCIONAL | ASSOCIE-SE JÁ! | SERVIÇOS OFERECIDOS | HOTÉIS DE TRÂNSITO | REGIONAIS | POUSADAS | CASA DE APOIO | PROTEÇÃO AUTOMOTIVA | JURÍDICO | FALE CONOSCO | CSCSTV (vídeos)
img
img
img
Nome:
Email:
Confirme seu cadastro:
Nome:
(DDD)
Confirme seu cadastro:
Polícia Militar avalia como “tranquila” as eleições municipais em Minas
Publicado em 16/11/2020 10:11

(Foto: Divulgação / PMMG)

O Gabinete Institucional de Segurança de Minas, que inclui as polícias Militar, Civil e Corpo de Bombeiros, registrou 440 ocorrências relacionadas às eleições municipais no Estado. Destas, 267 são de boca de urna e 358 são de pessoas presas ou conduzidas para prestar esclarecimentos.

 

Durante todo o dia de votação, 58 candidatos a prefeito e vereador foram detidos.

 

Para o capitão da Polícia Militar Cristiano Araújo, o número de ocorrências transcorreu de forma tranquila e dentro do esperado. Ele credita esse cenário ao planejamento com todo o efetivo nas ruas e na inovação na estratégia de enviar cerca de 550 militares para o interior do Estado, onde a demanda era maior em algumas cidades. "O balanço é positivo e tivemos uma eleição relativamente tranquila e nossos números ficaram dentro do esperado com as ocorrências de boca de urna e transporte irregular de eleitores", explicou.

 

Ainda segundo Araújo, outra decisão acertada foi estender a estratégia do uso de mais de 60 drones usados durante o Carnaval. "Nos municípios onde recebíamos notícias de aglomerações, propaganda irregular, os equipamentos faziam sobrevoos e filmagens para dar suporte aos militares", concluiu.

 

Âmbito federal

 

Já a Polícia Federal em Minas informou que houve sete prisões por propaganda de boca de urna, uma por desordem prejudicial aos trabalhos eleitorais e outra por venda de bebida alcoólica em descumprimento à ordem judicial em Belo Horizonte.

 

Em Governador Valadares, no Leste do Estado, quatro pessoas foram presas por propaganda de boca de urna, duas delas eram candidatas. Uma pessoa também foi detida na cidade por transporte irregular de eleitores.

 

Em Juiz de Fora, na Zona da Mata, também houve prisões por boca de urna, divulgação de propaganda de partidos políticos ou de candidatos. Um dos detidos disputava a eleição.

 

Em Montes Claros, no Norte de Minas, ocorreu uma prisão por divulgação de propaganda de partidos políticos ou de candidatos.

 

Em Uberaba, no Triângulo Mineiro, duas pessoas foram presas por propaganda de boca de urna e houve outra prisão por violação do sigilo do voto.

 

Já em Uberlândia, também no Triângulo, os agentes prenderam seis suspeitos por propaganda de boca de urna, sendo dois deles candidatos.

 

Em Varginha, no Sul de Minas, ocorreu uma prisão por propaganda de boca de urna.

 

A PF ainda atuou com sobrevoos de drones em locais de votação em Belo Horizonte (10), em Divinópolis (7), Juiz de Fora (10), Montes Claros (2) e Uberlândia (8).

Fonte: Rosiane Cunha - Hoje Em Dia

Redes Sociais
Centro Social dos Cabos e Soldados PM/CBM-MG - Rua Dom Oscar Romero, nº 500 - Belo Horizonte - Minas Gerais
Central de atendimento ao Sócio cscs@cscs.org.br | Fone Sede Social: (31) 3371-6563
© 2021 | Assessoria de Comunicação - CSCS PMCBM-MG