Home | Plataforma CSCS | Webmail | Documentos | Dúvidas Frequentes | Facebook | Instagram | Fale Conosco
HOME | INSTITUCIONAL | ASSOCIE-SE JÁ! | SERVIÇOS OFERECIDOS | HOTÉIS DE TRÂNSITO | REGIONAIS | POUSADAS | CASA DE APOIO | PROTEÇÃO AUTOMOTIVA | JURÍDICO | FALE CONOSCO | CSCSTV (vídeos)
img
img
img
Nome:
Email:
Confirme seu cadastro:
Nome:
(DDD)
Confirme seu cadastro:
Dez centros socioeducativos mineiros serão terceirizados a partir de 2021
Publicado em 14/10/2020 14:10

Levantamento da Comissão de Segurança Pública da Assembleia indica déficit de quase 1,7 mil agentes socioeducativos e penitenciários em Minas.

(Foto: Gil Leonardi/Agência Minas)

A aposta para manter pelo menos dez centros socioeducativos em funcionamento em Minas Gerais é a terceirização do serviço a partir do próximo ano. A expectativa é a de que as unidades, hoje geridas pelo governo do Estado, sejam administradas por organizações sem fins lucrativos. A justificativa para a mudança é a extinção, em fevereiro de 2021, de cerca de 600 contratos temporários de agentes atuantes no sistema.

 

A medida foi anunciada ontem pelo secretário de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp), general Mario Araujo, durante audiência pública na Assembleia Legislativa para discutir o déficit nas forças de segurança mineiras. Levantamento da Comissão de Segurança Pública da Casa estima faltar quase 1,7 mil servidores nos sistemas penitenciário e socioeducativo.

 

Segundo o titular da Sejusp, o modelo de cogestão já é adotado nas unidades que ressocializam adolescentes em Passos, no Sul de Minas, e Patrocínio, no Alto Paranaíba.

 

Neste modelo, a Sejusp garantiu que o Estado continuará responsável pela aplicação da metodologia e das diretrizes do atendimento socioeducativo, além da fiscalização das unidades. A utilização dos recursos públicos também estará sob a tutela do Executivo

 

As Organizações da Sociedade Civil (Oscips) serão selecionadas por meio de licitação. Na avaliação do general, a administração pelas entidades sem fins lucrativos vai permitir “a manutenção do espaço e a gestão da força de trabalho”.

 

Repercussão

Por outro lado, especialistas da área temem que a medida seja um retrocesso. O sociólogo Luís Flávio Sapori, que foi secretário-adjunto de Segurança Pública do Estado, relembra que, até 2004, o sistema contava com gestão terceirizada.

 

"Basta recorrer à grave crise na era Febem (Fundação Estadual do Bem-estar do Menor), com muitas mortes e tantos outros problemas. Há 15 anos já funciona muito bem com a gestão do Estado, já há uma expertise desenvolvida. Não vejo o porquê (da mudança), não haveria necessidade de repassar para organizações não governamentais”, disse Sapori.

 

Além disso, o especialista ressalta que, hoje, não existe Oscip com “competência comprovada para administrar o sistema”.

 

Em nota, a Sejusp informou que a seleção da Oscip “vai analisar, de forma criteriosa, tanto a capacidade técnica (das entidades) quanto a vantagem econômica de contratação de determinada instituição”.

 

Além disso:

Para suprir a demanda reprimida no sistema, dois concursos públicos a serem realizados preveem 2.420 vagas para agentes penitenciários e outras 270 para socioeducativos. A informação foi dada pelo secretário de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp), Mario Araujo.

 

Conforme levantamento feito pela Assembleia Legislativa, o déficit nas duas funções é de pelo menos 1.698 servidores. A falta de profissionais também atinge outros órgãos da segurança pública mineira, conforme o Hoje em Dia mostrou na edição da última segunda-feira.

 

Durante audiência pública também realizada na Casa, no fim de setembro, dados apresentados pelos chefes das polícias Civil e Militar e do Corpo de Bombeiros apontaram a necessidade de contratar 22,9 mil profissionais, para as três corporações, de forma a atender ao efetivo previsto na lei orgânica.

Fonte: Renata Galdino - Hoje Em Dia

MAIS NOTÍCIAS
O Governo de Minas Gerais dá aumento ao judiciário e calote na Segurança Pública

A notícia divulgada nesta última quinta-feira (7) do novo projeto de lei, sancionado pelo Governador de Minas, Romeu Zema, em recalcular base do terço de férias para juízes e desembargadores, sendo previsto...Leia mais.

PMMG anuncia as ações de segurança no Carnaval 2021

A notícia divulgada nesta última quinta-feira (7) do novo projeto de lei, sancionado pelo Governador de Minas, Romeu Zema, em recalcular base do terço de férias para juízes e desembargadores, sendo previsto...Leia mais.

Atuação do CBMMG durante intensas chuvas em Minas foi essencial para poupar vidas

A atuação dos militares converge e reflete a busca incessante da corporação pela segurança e preservação da população mineira, nas situações de catástrofe e...Leia mais.

12ª Cia PMMG apreende 689 kg de maconha e crack no município de Antônio Dias

Nesta segunda-feira (08), polícia militar da 12ª Cia MAMB prendeu homem suspeito de tráfico ilícito de drogas no município de Antônio Dias, Região metropolitana do Vale do Aço em Minas Gerais e...Leia mais.

Bombeiros encontram corpo de motorista que teve carro arrastado e caiu em rio

(Foto: Corpo de Bombeiros/ Divulgação)

Os bombeiros encontraram o corpo de um motorista que teve o carro arrastado enquanto atravessava uma ponte sobre o Rio Mosquito, em Porteirinha, no Norte de Minas. As buscas...Leia mais.

VER TODAS AS NOTÍCIAS
Redes Sociais
Centro Social dos Cabos e Soldados PM/CBM-MG - Rua Dom Oscar Romero, nº 500 - Belo Horizonte - Minas Gerais
Central de atendimento ao Sócio cscs@cscs.org.br | Fone Sede Social: (31) 3371-6563
© 2021 | Assessoria de Comunicação - CSCS PMCBM-MG