Home | Plataforma CSCS | Webmail | Documentos | Dúvidas Frequentes | Facebook | Instagram | Fale Conosco
HOME | INSTITUCIONAL | ASSOCIE-SE JÁ! | SERVIÇOS OFERECIDOS | HOTÉIS DE TRÂNSITO | REGIONAIS | POUSADAS | CASA DE APOIO | PROTEÇÃO AUTOMOTIVA | JURÍDICO | FALE CONOSCO | CSCSTV (vídeos)
img
img
img
Nome:
Email:
Confirme seu cadastro:
Nome:
(DDD)
Confirme seu cadastro:
Vigia suspeito de simular sequestro da família em Minas é indiciado
Publicado em 24/09/2020 11:09

Segurança de banco queria pegar o dinheiro do cofre como resgate com a intenção de ficar com o valor; outros sete suspeitos foram presos.

(Foto: Divulgação / PCMG)

A PCMG (Polícia Civil de Minas Gerais) indiciou um segurança de banco suspeito de ter planejado o sequestro da mulher do e do próprio filho para forçar o gerente do banco a pagar o resgate. O caso aconteceu em junho deste ano em Luz, cidade a 197 km de Belo Horizonte.

 

O segurança confessou ter arquitetado o crime e foi preso em flagrante. Outras seis pessoas, incluindo o genro do vigilante, foram presas por suspeita de envolvimento com o crime. Um sétimo suspeito já estava detido por relação com outro crime.

 

Sequestro

O caso aconteceu em Esteios, distrito de Luz, cidade da região Central de Minas. Na época, a Polícia Civil atendeu um chamado de sequestro e foi até o local. O vigilante informou que dois sequestradores haviam invadido sua casa e feito a mulher e o filho reféns. Os supostos sequestradores teriam ordenado que ele fosse até a agência e pegasse todo o valor que se encontrava no cofre para o pagamento do resgate.

 

Um cúmplice dos sequestradores foi até a agência acompanhado do segurança. Ele teria mostrado ao vigilante e ao gerente do banco imagens dos familiares sendo ameaçados. A dupla tentou abrir o cofre, mas o dispositivo de segurança do banco não permitiu. Com isso, o sequestrador teria desistido e fugido do local.

 

Segundo a delegada Fabíola Oliveira, esse crime é conhecido como “sapatinho” e tem se tornado comum nos últimos anos, mas o sequestro de familiares de um dos envolvidos foi uma novidade. A delegada deu detalhes do caso e disse que cada suspeito tinha uma participação bem definida na execução do crime.

 

— Alguns entraram no banco, outros deram suporte em locais próximos e outros foram atrás de comparsas para a empreitada. Eles fizeram tudo parecer um sequestro de verdade, inclusive retirando os familiares da casa e levando-os para um canavial.

 

Os suspeitos foram indiciados por extorsão mediante sequestro e, caso sejam condenados, poderão ficar até 15 anos na prisão.

Fonte: Célio Ribeiro - R7 Minas Gerais

MAIS NOTÍCIAS
O Governo de Minas Gerais dá aumento ao judiciário e calote na Segurança Pública

A notícia divulgada nesta última quinta-feira (7) do novo projeto de lei, sancionado pelo Governador de Minas, Romeu Zema, em recalcular base do terço de férias para juízes e desembargadores, sendo previsto...Leia mais.

PMMG anuncia as ações de segurança no Carnaval 2021

A notícia divulgada nesta última quinta-feira (7) do novo projeto de lei, sancionado pelo Governador de Minas, Romeu Zema, em recalcular base do terço de férias para juízes e desembargadores, sendo previsto...Leia mais.

Atuação do CBMMG durante intensas chuvas em Minas foi essencial para poupar vidas

A atuação dos militares converge e reflete a busca incessante da corporação pela segurança e preservação da população mineira, nas situações de catástrofe e...Leia mais.

12ª Cia PMMG apreende 689 kg de maconha e crack no município de Antônio Dias

Nesta segunda-feira (08), polícia militar da 12ª Cia MAMB prendeu homem suspeito de tráfico ilícito de drogas no município de Antônio Dias, Região metropolitana do Vale do Aço em Minas Gerais e...Leia mais.

Bombeiros encontram corpo de motorista que teve carro arrastado e caiu em rio

(Foto: Corpo de Bombeiros/ Divulgação)

Os bombeiros encontraram o corpo de um motorista que teve o carro arrastado enquanto atravessava uma ponte sobre o Rio Mosquito, em Porteirinha, no Norte de Minas. As buscas...Leia mais.

VER TODAS AS NOTÍCIAS
Redes Sociais
Centro Social dos Cabos e Soldados PM/CBM-MG - Rua Dom Oscar Romero, nº 500 - Belo Horizonte - Minas Gerais
Central de atendimento ao Sócio cscs@cscs.org.br | Fone Sede Social: (31) 3371-6563
© 2021 | Assessoria de Comunicação - CSCS PMCBM-MG