Home | Plataforma CSCS | Webmail | Documentos | Dúvidas Frequentes | Facebook | Instagram | Fale Conosco
HOME | INSTITUCIONAL | ASSOCIE-SE JÁ! | SERVIÇOS OFERECIDOS | HOTÉIS DE TRÂNSITO | REGIONAIS | POUSADAS | CASA DE APOIO | PROTEÇÃO AUTOMOTIVA | JURÍDICO | FALE CONOSCO | CSCSTV (vídeos)
img

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

img

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Nome:
Email:
Confirme seu cadastro:
Nome:
(DDD)
Confirme seu cadastro:
Secretário afirma que será mantido o acordo do governo com os servidores da segurança pública
Publicado em 10/03/2020 16:03

Na manhã desta terça-feira (10), o presidente do Centro Social dos Cabos e Soldados da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (CSCS PM/CBM-MG), Cabo Coelho e seus diretores, dirigentes de sindicatos e associações dos servidores da segurança, Comandantes da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros e o Chefe da Polícia Civil, compareceram na audiência da Comissão de Segurança Pública da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) para cobrarem dos representantes do Poder Executivo esclarecimentos relacionados à aprovação do Projeto de Lei (PL) 1.451/20 referente a recomposição salarial de 41,74% dos servidores da segurança pública.

Após emenda acrescentada ao projeto original, o governador Romeu Zema teria o prazo de sancionar a proposição de lei até o dia 17 de março, próxima terça-feira. Segundo o secretário de Estado de Planejamento e Gestão, Olavo Bilac Pinto, emenda provavelmente será vetada e o acordo feito com os servidores da segurança estaria mantido.

"Sabemos que todos os obstáculos surgiram em razão desta emenda demagoga e inconstitucional, proposta pelos deputados do PT, mas a demora na sanção está trazendo muita insegurança e tensão aos servidores, que nos cobram uma reposta", afirmou Sargento Rodrigues.

"A proposta de recomposição das perdas inflacionárias para a classe da segurança foi elaborada com muita responsabilidade pelo governo", explicou Bilac.

"Para os profissionais da segurança pública a reposição das perdas inflacionárias já está no bolso e não tem volta. Caso o governo volte atrás, viveremos e veremos um caos geral. Foi um ano de negociação para conquistar essa reposição, um trabalho árduo das Entidades de Classe e parlamentares e já são 6 anos sem aumento salarial. Continuaremos vigilantes acompanhando junto ao governo essa decisão.", lembrou Cabo Coelho.

Fonte: Comunicação CSCS PM/CBM-MG

Secretário afirma que será mantido o acordo do governo com os servidores da segurança pública
Secretário afirma que será mantido o acordo do governo com os servidores da segurança pública
Secretário afirma que será mantido o acordo do governo com os servidores da segurança pública
Secretário afirma que será mantido o acordo do governo com os servidores da segurança pública
Secretário afirma que será mantido o acordo do governo com os servidores da segurança pública
Secretário afirma que será mantido o acordo do governo com os servidores da segurança pública
Secretário afirma que será mantido o acordo do governo com os servidores da segurança pública
Secretário afirma que será mantido o acordo do governo com os servidores da segurança pública
Secretário afirma que será mantido o acordo do governo com os servidores da segurança pública
Secretário afirma que será mantido o acordo do governo com os servidores da segurança pública
Secretário afirma que será mantido o acordo do governo com os servidores da segurança pública
MAIS NOTÍCIAS
CSCS PM/CBM-MG reafirma: Zema não tem palavra!

A diretoria do Centro Social dos Cabos e Soldados da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (CSCS PM/CBM-MG) vem a público expressar seu repúdio à declaração dada via imprensa pelo...Leia mais.

COMUNICADO IMPORTANTE – PRORROGAMOS A DATA DA SUSPENÇÃO DAS ATIVIDADES EM PREVENÇÃO AO CORONAVÍRUS

A diretoria do Centro Social dos Cabos e Soldados da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (CSCS PM/CBM-MG), decidiu, diante do atual cenário e atendendo as recomendações dos órgãos...Leia mais.

COMUNICADO – PLANTÃO ESPECIAL DO DEPARTAMENTO JURÍDICO

A diretoria do Centro Social dos Cabos e Soldados da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (CSCS PM/CBM-MG), COMUNICA que, mesmo trabalhando com equipe reduzida na administração da...Leia mais.

Nota de Luto - CSCS PM/CBM-MG

A diretoria do Centro Social dos Cabos e Soldados da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (CSCS PM/CBM-MG) lamenta a morte da D. Helena Pereira Sutério, de 87 anos, mãe do nosso diretor de...Leia mais.

COMUNICADO IMPORTANTE – SUSPENSÃO DAS ATIVIDADES E PREVENÇÃO AO CORONAVÍRUS

A diretoria do Centro Social dos Cabos e Soldados da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (CSCS PM/CBM-MG), decidiu, diante do cenário e do aumento exponencial da curva de pico que monitora o número de...Leia mais.

VER TODAS AS NOTÍCIAS
Redes Sociais
Centro Social dos Cabos e Soldados PM/CBM-MG - Rua Dom Oscar Romero, nº 500 - Belo Horizonte - Minas Gerais
Central de atendimento ao Sócio cscs@cscs.org.br | Fone Sede Social: (31) 3371-6563
© 2020 | Assessoria de Comunicação - CSCS PMCBM-MG