Home | Plataforma CSCS | Webmail | Documentos | Dúvidas Frequentes | Facebook | Instagram | Fale Conosco
HOME | INSTITUCIONAL | ASSOCIE-SE JÁ! | SERVIÇOS OFERECIDOS | HOTÉIS DE TRÂNSITO | REGIONAIS | POUSADAS | CASA DE APOIO | PROTEÇÃO AUTOMOTIVA | JURÍDICO | FALE CONOSCO | CSCSTV (vídeos)
img

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

img

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Nome:
Email:
Confirme seu cadastro:
Nome:
(DDD)
Confirme seu cadastro:
Foragida, mulher condenada por estupro de filha adotiva é presa em Minas Gerais
Publicado em 11/11/2020 15:11

Investigações apontaram que a suspeita permitia que seu filho biológico estuprasse a irmã adotiva; ela e o marido foram condenados a 17 anos de prisão por participação no estupro da garota.

(Foto: Reprodução/Site oficial da Prefeitura Municipal de Joaíma)

Condenada a 17 anos de prisão por participação nos episódios de estupro cometidos contra a própria filha adotiva, uma mulher foragida da Justiça acabou detida nessa terça-feira (10) após rastreamento da Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) no distrito de Umburaninha, que pertence a Bertópolis, no Vale do Jequitinhonha.

A condenada já foi encaminhada para o sistema prisional, onde começará a cumprir a pena pelo crime cometido há quatro anos no município de Joaíma, também na região do Jequitinhonha. Ela se escondia da polícia e da própria Justiça há mais de dois anos. 

A prisão da suspeita aconteceu após uma investigação da polícia mineira para detectar sua localização, iniciada logo após a Polícia Civil da Bahia ter encontrado o marido dela, e pai adotivo da menina estuprada, nas proximidades dos municípios fronteiriços entre os dois estados.

Em rastreamento, os militares encontraram a mulher no exato distrito mineiro que está nos limites com a Bahia. Ela e o marido estão detidos – ambos foram condenados pela Justiça a uma pena de prisão de 17 anos. O filho biológico deles, que teria assediado e abusado sexualmente da própria irmã adotiva, também está detido. Ele foi condenado a 24 anos de detenção pelos crimes.

Violência e ameaçaOs episódios de estupro contra a criança adotada, cuja idade não foi divulgada, aconteceram há mais de quatro anos, em 2016, no município de Joaíma onde ela morava com a família que a retirou do lar. A violência começou logo após a adoção.

Investigações apontaram que o filho biológico do casal era quem efetivamente assediava e estuprava a menina, e os ataques à garota aconteciam com o apoio dos pais dele. Além de ter protegido os estupros, a mãe que adotou a criança ameaçou membros do Conselho Tutelar para que não retirassem dela a menina, e para que também não seguissem com a denúncia.

Fonte: Lara Alves - O Tempo

MAIS NOTÍCIAS
Entidades de classe cobram do Governador de MG o pagamento do 13º salário dos servidores da Segurança Pública

O presidente do Centro Social dos Cabos e Soldados da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (CSCS PM/CBM-MG), Sargento Oliva, assinou o ofício em união com os deputados SubTen. Gonzaga, Cel. Sandro e...Leia mais.

Dupla é presa suspeita de portar arma de fogo ilegal em bairro de BH

No bairro São Gabriel, na região Nordeste de Belo Horizonte, dois homens foram presos com armas de fogo. Um dos suspeitos é irmão de um criminoso já conhecido pela Polícia Militar.

Fonte: R7 MG no...Leia mais.

Homem usa remédio para causar aborto em companheira durante o sexo e é preso em flagrante

Na noite do dia 14 de novembro, um sábado, Tamires, 32, que preferiu não ter o sobrenome divulgado, fez sexo com Giuliano Augusto Trondoli Cunha, com quem se relacionava desde janeiro deste ano. Na ocasião, Giuliano Trondoli...Leia mais.

Polícia Civil prende quatro suspeitos de homicídio em ocupação em Belo Horizonte

Três homens e uma mulher, com idades entre 20 e 30 anos, suspeitos de cometerem um homicídio foram presos em Belo Horizonte na última segunda-feira (23). Segundo informações repassadas pela Polícia Civil...Leia mais.

Homem é preso após fazer a ex refém e ameaçar matá-la em Venda Nova, em BH

A Polícia Militar prendeu na manhã desta quinta-feira (26) um homem de 38 anos suspeito de fazer a ex-namorada refém. O crime ocorreu por volta de 3h40 no Bairro Jardim Leblon, Região de Venda Nova.

Segundo o...Leia mais.

VER TODAS AS NOTÍCIAS
Redes Sociais
Centro Social dos Cabos e Soldados PM/CBM-MG - Rua Dom Oscar Romero, nº 500 - Belo Horizonte - Minas Gerais
Central de atendimento ao Sócio cscs@cscs.org.br | Fone Sede Social: (31) 3371-6563
© 2020 | Assessoria de Comunicação - CSCS PMCBM-MG