Home | Plataforma CSCS | Webmail | Documentos | Dúvidas Frequentes | Facebook | Instagram | Fale Conosco
HOME | INSTITUCIONAL | ASSOCIE-SE JÁ! | SERVIÇOS OFERECIDOS | HOTÉIS DE TRÂNSITO | REGIONAIS | POUSADAS | CASA DE APOIO | PROTEÇÃO AUTOMOTIVA | JURÍDICO | FALE CONOSCO | CSCSTV (vídeos)
img

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

img

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Nome:
Email:
Confirme seu cadastro:
Nome:
(DDD)
Confirme seu cadastro:
Prisão, laboratório de refino e apreensão de armas são o saldo de uma noite em BH
Publicado em 13/08/2020 13:08

Polícia Militar registra ocorrências nos bairros Paulo VI e Primeiro de Maio.

(Foto: Divulgação/ Polícia Militar)

Desde o início da pandemia de coronavírus, o combate ao tráfico de drogas e a prisão de traficantes têm se tornado uma constante. Não se passou um dia, sequer, sem que a Polícia Militar não fizesse uma apreensão de grande quantidade de drogas, além de prisões. Nesta quarta-feira não foi diferente.

 

No Bairro Paulo VI, um casal, que gerenciava o tráfico de drogas, um homem de 37 anos e a mulher de 34, foram presos por policiais do Gepar do 16º BPM. Com eles, além de drogas, foram apreendidos documentos falsos.

 

Policiais, comandados pelo tenente Soares, foram até à Rua Soraia Monteiro Mateuz, 19, no Paulo VI, a residência do casal, antes do amanhecer, para o cumprimento de um mandado de busca e apreensão.

 

Ao chegarem à casa, foram encontrados diversos documentos falsos, em especial papéis de carteira de identidade, em que faltavam fotos e nomes, além de cartões de crédito roubados que eram utilizados para compra pela internet.

 

Após dar voz de prisão ao casal, os policiais passaram a fazer uma busca nas dependências da casa e em um lote vago ao lado. Lá, encontraram 182 pinos de cocaína, um tablete de maconha, três porções da erva, material de dolagem de drogas e dois cadernos de anotações do tráfico, que comprovam que o homem era o principal gerente da área. Eles foram levados para o Ceflan 1, no Bairro Sagrada Família.

 

Laboratórios de refino

Em outra operação que envolve o fornecimento de drogas não só para o Bairro Paulo VI, mas para os bairros Goiânia e Primeiro de Maio, policiais prenderam dois homens que cuidavam de dois laboratórios de refino de drogas, um em Betim e outro no Primeiro de Maio.

 

As prisões são consequência do trabalho da inteligência da PM, que levantou informações, a partir de uma denúncia. Foi desencadeada uma operação que culminou na apreensão de grande quantidade de drogas. A polícia estima que o valor em drogas apreendidas seja de R$ 200 mil, além do vasto material para refino e dolagem da substância. Foram apreendidos nos dois laboratórios três barras de cocaína (6 kg), dois quilos de pasta base de cocaína, seis porções de cocaína, munições calibre 40, um comprimido de ecstasy, uma faca, três celulares, R$ 3.120 em dinheiro e vasto material pra dolagem. A operação contou com a participação de 10 policiais.

 

Cabana

Outra apreensão de drogas aconteceu dentro da Operação “BH Mais Segura”, no Aglomerado do Bairro Cabana do Pai Tomás. Numa investida feita de madrugada, um suspeito foi preso, além de 245 buchas de maconha, um revólver calibre 32 e R$ 95.

Fonte: Ivan Drummond - Estado de Minas

Redes Sociais
Centro Social dos Cabos e Soldados PM/CBM-MG - Rua Dom Oscar Romero, nº 500 - Belo Horizonte - Minas Gerais
Central de atendimento ao Sócio cscs@cscs.org.br | Fone Sede Social: (31) 3371-6563
© 2020 | Assessoria de Comunicação - CSCS PMCBM-MG