Home | Plataforma CSCS | Webmail | Documentos | Dúvidas Frequentes | Facebook | Instagram | Fale Conosco
HOME | INSTITUCIONAL | ASSOCIE-SE JÁ! | SERVIÇOS OFERECIDOS | HOTÉIS DE TRÂNSITO | REGIONAIS | POUSADAS | CASA DE APOIO | PROTEÇÃO AUTOMOTIVA | JURÍDICO | FALE CONOSCO | CSCSTV (vídeos)
img

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

img

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Nome:
Email:
Confirme seu cadastro:
Nome:
(DDD)
Confirme seu cadastro:
Homem é preso por estuprar os sobrinhos de 3 e 5 anos e divulgar na internet
Publicado em 05/08/2020 14:08

Investigação da Interpol na França localizou em fórum na internet imagens em que as crianças apareciam sendo estupradas.

(Foto: Pixabay / divulgação)

Um homem de 40 anos foi preso na manhã desta terça-feira (4) sob a suspeita de estuprar os sobrinhos, de 3 e 5 anos, gravar os abusos e compartilhar as imagens com pedófilos na internet. Os crimes ocorreram no início do ano, em São Paulo.

 

Segundo a Polícia Federal, a Interpol (Polícia Internacional) na França localizou um fórum na internet em que apareciam duas crianças sendo estupradas por um adulto em São Paulo.

 

A partir da denúncia, agentes federais conseguiram identificar o suspeito, que é casado e não tem filhos.

 

“Com o aprofundamento das investigações, verificou-se que o abusador se valia da convivência íntima com as crianças para encontrar oportunidades para estuprá-las, filmá-las e divulgar os arquivos em fórum da internet frequentado por pedófilos”, diz trecho de nota da instituição.

 

A polícia não encontrou indícios da participação de outros parentes das crianças nos crimes. A PF ainda investiga se o material apreendido com o suspeito era comercializado ou trocado por cenas de outras vítimas.

O crime de publicação de imagens de pornografia infantil prevê pena de três a seis anos de prisão. Já o estupro de vulneráveis prevê de oito a 15 anos de reclusão.

 

Prisões por pedofilia

 

Entre o início de 2016 e junho de 2019, 258 pessoas foram presas no Estado de São Paulo acusadas de pedofilia pela internet. Os suspeitos mantinham, compartilhavam e produziam pornografia infantil em computadores e mídias como pen drives e CDs. Os dados são da Polícia Civil.

 

As prisões caíram de 77 para 24 (-68%) entre 2016 e 2017. Subiram de 24 para 97 (304%) entre 2017 e 2018. Já as 73 detenções, feitas no primeiro semestre de 2019, representam 75% de todos os casos do ano anterior.

 

Dados do Ministério da Saúde mostram que 58.074 crianças foram vítimas de abuso sexual no Brasil entre 2011 e 2017. Desse total, 43.034 (74,2%) eram meninas, e 14.996 (25,8%), meninos. Vítimas entre 1 e 5 anos correspondem a 51,2% do total.

Fonte: Folhapress

Redes Sociais
Centro Social dos Cabos e Soldados PM/CBM-MG - Rua Dom Oscar Romero, nº 500 - Belo Horizonte - Minas Gerais
Central de atendimento ao Sócio cscs@cscs.org.br | Fone Sede Social: (31) 3371-6563
© 2020 | Assessoria de Comunicação - CSCS PMCBM-MG