Home | Plataforma CSCS | Webmail | Documentos | Dúvidas Frequentes | Facebook | Instagram | Fale Conosco
HOME | INSTITUCIONAL | ASSOCIE-SE JÁ! | SERVIÇOS OFERECIDOS | HOTÉIS DE TRÂNSITO | REGIONAIS | POUSADAS | CASA DE APOIO | PROTEÇÃO AUTOMOTIVA | JURÍDICO | FALE CONOSCO | CSCSTV (vídeos)
img

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

img

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Nome:
Email:
Confirme seu cadastro:
Nome:
(DDD)
Confirme seu cadastro:
Suspeitos assaltam casa de juíza que presidiu júri que condenou goleiro Bruno Fernandes
Publicado em 28/07/2020 14:07

Um suspeito foi preso e o outro fugiu. Marixa Fabiane Rodrigues ficou conhecida publicamente depois do julgamento que acabou com a condenação de Bruno pela morte de Eliza Samudio.

(Foto: Reprodução/TV Globo)

Dois homens são suspeitos de invadir e assaltar a casa da juíza Marixa Fabiane Rodrigues, no bairro Santo Antônio, na Região Centro-Sul de Belo Horizonte. O roubo aconteceu em plena luz do dia, na tarde desta segunda-feira (27).

 

A magistrada ficou conhecida publicamente por presidir o júri que condenou o goleiro Bruno Fernandes, que mandou matar a ex-amante, Eliza Samudio.

 

Somente a babá que trabalha para Marixa estava em casa na hora do roubo. Ela contou aos policiais que dois homens apareceram na entrada da casa e a renderam com uma faca.

 

Um deles ameaçou voltar e matá-la caso ela falasse sobre o crime. Em seguida, eles fugiram levando peças de enxoval, roupas, relógio e o celular da babá.

 

Câmeras de segurança da casa registraram parte da ação e as imagens ajudaram a Polícia Militar (PM) a identificar um dos criminosos.

 

O suspeito identificado pelas câmeras de segurança é Marcus Alberto de Souza, de 41 anos. Os policiais foram até a casa dele, no Morro do Papagaio e não o encontraram.

 

No endereço, Marcus mora com o sobrinho Michael Douglas de Souza, de 30, que foi visto pelos policiais com o mesmo boné usado pelo segundo suspeito de invadir a casa, que até então estava sem identificação.

 

Com ele, os policiais também encontraram um relógio e uma blusa de frio roubados da juíza.

 

Ainda segundo a PM, o local onde os suspeitos moram juntos fica a pouco mais de 2 quilômetros do endereço da juíza. Tanto o homem preso, quanto o que está foragido, já foram detidos antes por outros crimes.

Fonte: Bom Dia Minas

Redes Sociais
Centro Social dos Cabos e Soldados PM/CBM-MG - Rua Dom Oscar Romero, nº 500 - Belo Horizonte - Minas Gerais
Central de atendimento ao Sócio cscs@cscs.org.br | Fone Sede Social: (31) 3371-6563
© 2020 | Assessoria de Comunicação - CSCS PMCBM-MG