Home | Plataforma CSCS | Webmail | Documentos | Dúvidas Frequentes | Facebook | Instagram | Fale Conosco
HOME | INSTITUCIONAL | ASSOCIE-SE JÁ! | SERVIÇOS OFERECIDOS | HOTÉIS DE TRÂNSITO | REGIONAIS | POUSADAS | CASA DE APOIO | PROTEÇÃO AUTOMOTIVA | JURÍDICO | FALE CONOSCO | CSCSTV (vídeos)
img

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

img

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Nome:
Email:
Confirme seu cadastro:
Nome:
(DDD)
Confirme seu cadastro:
Minas registrou mais de 5 mil ocorrências de incêndio no primeiro semestre de 2020
Publicado em 21/07/2020 16:07

Atendimentos representam quase o número total de ocorrências registradas em 2020.

(Foto: Divulgação/ Corpo de Bombeiros)

Em apenas seis meses, os registros de incêndios em Minas Gerais quase alcançam o número de queimadas em todo o ano passado. Até o momento foram registradas 5.218 ocorrências de incêndio florestal na região, frente as 5.749 registradas em 2019. Na Região Metropolitana de Belo Horizonte foram registrados 686 atendimentos, uma queda de 40% em relação ao mesmo período do ano passado.

 

De acordo com o tenente Warlei Vieira, do Corpo de Bombeiros, esta época do ano é propícia para incêndios devido a diversos fatores, principalmente climáticos. “Esses fatores fazem com que eles [incêndios] se propagam com maior velocidade, com maior violência. Além disso o relevo de Minas Gerais, como um todo, é muito acidentado, montanhoso e isso traz um risco muito grande para as equipes em campo. Aliado a isso nós temos um fator que é principal, que é o humano, a falta de consciência ambiental das pessoas faz com que o incêndio ocorra de uma forma maior.”

 

Segundo o tenente, a situação de Minas é preocupante e a corporação tem enfrentado dificuldades no combate. “Ano passado já foi um ano que nós tivemos muito trabalho nos combates, então esse ano também promete ser um ano bem difícil com relação aos trabalhos de prevenção e combate aos incêndios florestais.”

 

O tenente explica que há duas principais causas dos incêndios: os naturais e as humanas, que, segundo ele, representam a maior parte das ocorrências. “A de causa natural são os raios. Ela não é tão preocupante, porque geralmente quando acontece um incêndio através da descarga atmosférica ele é seguido de chuva. O outro fator é humano. A gente não tem como afirmar se é criminoso ou não, porque às vezes acontece da pessoa mesmo sem intenção colocar fogo. Já foi comprovado que mais de 90% dos incêndios são através da ação humana.”

Fonte: Amanda Antunes – Rádio Itatiaia

Redes Sociais
Centro Social dos Cabos e Soldados PM/CBM-MG - Rua Dom Oscar Romero, nº 500 - Belo Horizonte - Minas Gerais
Central de atendimento ao Sócio cscs@cscs.org.br | Fone Sede Social: (31) 3371-6563
© 2020 | Assessoria de Comunicação - CSCS PMCBM-MG