Home | Plataforma CSCS | Webmail | Documentos | Dúvidas Frequentes | Facebook | Instagram | Fale Conosco
HOME | INSTITUCIONAL | ASSOCIE-SE JÁ! | SERVIÇOS OFERECIDOS | HOTÉIS DE TRÂNSITO | REGIONAIS | POUSADAS | CASA DE APOIO | PROTEÇÃO AUTOMOTIVA | JURÍDICO | FALE CONOSCO | CSCSTV (vídeos)
img

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

img

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Nome:
Email:
Confirme seu cadastro:
Nome:
(DDD)
Confirme seu cadastro:
Nota de Repúdio – Governo de Minas declara embate com os servidores da Segurança Pública
Publicado em 16/04/2020 20:04

A diretoria do Centro Social dos Cabos e Soldados da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (CSCS PM/CBM-MG) teve acesso e repudia o memorando número 0283, do Comitê de Orçamento e Finanças do Governo de Minas Gerais, deliberando por tempo indeterminado a suspenção do terço de férias regulamentares aos servidores civis e militares, contratos administrativos e designados bem como ao pagamento do abono fardamento dos servidores civis, militares e contratos administrativos da área da segurança pública, divulgado na tarde desta quinta-feira, 16 de abril.

 

“Abono de fardamento não é benefício para ninguém, é um dever do Estado para com os militares, que cobra dos profissionais o uso adequado da farda quando em serviço. O Fardamento é obrigatório, e diante da realidade que estamos vivendo, com a pandemia do COVID-19, os policiais que não paralisaram suas atividades e estão em contato direto nas ruas com a população, precisam como medida de segurança, realizar mais trocas da farda. Em muitas cidades de Minas, os policiais se quer estão tendo acesso aos Equipamentos de Proteção Individual (EPI) adequados para a situação enfrentada. E um absurdo esta medida impensada do Governador, que vai prejudicar imensamente a saúde física e mental dos servidores da segurança”, destacou o presidente do CSCS Cabo Coelho.

 

Vale ressaltar que o atual Governo de Minas, assim como seu antecessor, continua tratando os profissionais da Segurança Pública com total descaso e travando uma guerra com a categoria. A diretoria do CSCS PM/CBM-MG já está estudando as medidas judiciais cabíveis contra as já citadas deliberações do governador Romeu Zema.

 

“Os profissionais da Segurança Púbica merecem respeito!”. Continuaremos vigilantes e em breve daremos mais informações.

 

Fonte: (Comunicação CSCS PM/CBM-MG)

Redes Sociais
Centro Social dos Cabos e Soldados PM/CBM-MG - Rua Dom Oscar Romero, nº 500 - Belo Horizonte - Minas Gerais
Central de atendimento ao Sócio cscs@cscs.org.br | Fone Sede Social: (31) 3371-6563
© 2020 | Assessoria de Comunicação - CSCS PMCBM-MG