Home | Plataforma CSCS | Webmail | Documentos | Dúvidas Frequentes | Facebook | Instagram | Fale Conosco
HOME | INSTITUCIONAL | ASSOCIE-SE JÁ! | SERVIÇOS OFERECIDOS | HOTÉIS DE TRÂNSITO | REGIONAIS | POUSADAS | CASA DE APOIO | PROTEÇÃO AUTOMOTIVA | JURÍDICO | FALE CONOSCO | CSCSTV (vídeos)
img

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

img

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Nome:
Email:
Confirme seu cadastro:
Nome:
(DDD)
Confirme seu cadastro:
Caso Cazares: Delegado não vê “elementos contundentes” em acusação de estupro
Publicado em 10/09/2019 14:09

Jogador do Atlético-MG prestou depoimento na noite desta segunda-feira e deixou a delegacia sem falar com a imprensa.

(Foto: Bruno Cantini/Atlético)

O jogador Juan Cazares, do Atlético-MG, prestou depoimento na noite desta segunda-feira na delegacia sediada em Vespasiano, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, sobre as acusações de estupro e lesão corporal feitas por duas mulheres. Inicialmente as acusações eram de agressão. Outras quatro pessoas também foram ouvidas na delegacia. Ninguém foi preso.

"Não há elementos mais contundentes que possam respaldar e lastrear a declaração da suposta vítima, mas isso não significa que o fato não ocorreu. A ocorrência é bastante complexa", disse o delegado Marcelo Mendel, que liderou as investigações contra o atleta do Atlético-MG.

O inquérito deve durar mais de 30 dias porque a polícia precisa ouvir todas as pessoas que estavam presentes na festa promovida pelo jogador, no Condomínio Boulevard, em Lagoa Santa, onde o crime teria ocorrido.

Cazares deixou o local sem falar com a imprensa. Horas depois de comparecer à delegacia, o meia equatoriano usou o Instagram para tranquilizar seus fãs. "Deus coloca as coisas certas no lugar, tudo bem gente. Abraço a todos", publicou o jogador no stories da rede social.

ENTENDA O CASO

A Polícia de Minas Gerais recebeu uma denúncia de agressão contra mulheres envolvendo o jogador Cazares. A acusação foi feita pelo telefone da Polícia, o 190. De acordo com o Centro de Operações da Polícia Militar (Copom), a denunciante disse ter sido agredida pelo atleta. A chamada foi registrada na manhã desta segunda-feira. A vítima teria sido levada para uma casa no bairro de Lagoa Santa, região metropolitana de Belo Horizonte.

De acordo com o B. O., "as duas vítimas alegam que o jogador teria oferecido a quantia de R$ 10 mil para que esse fato não viesse à tona. Para que não fosse chamado nem Polícia Militar nem a imprensa. Já ele alega que elas teriam solicitado esse valor para que esse assunto fosse mantido em sigilo", explicou o Tenente Tiago Nasser da Polícia Militar.

Fonte: Redação - O Estado de S.Paulo

MAIS NOTÍCIAS
Confira como foi o Dia das Crianças no CSCS

O sábado, 12 de outubro, foi comemorado com muita diversão e alegria pelas crianças que passaram pelo Centro Social dos Cabos e Soldados (CSCS PM/CBM-MG) em BH. Com atividades recreativas e muitas guloseimas, as...Leia mais.

CSCS de Governador Valadares constrói novas churrasqueiras na Sede Campestre

O Centro Social dos Cabos e Soldados da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (CSCS PM/CBM-MG) regional Governador Valadares, através dos funcionários Fabinho, Elessandro e Sebastião, que tiveram...Leia mais.

II Semana de Integração e Saúde aconteceu no CSCS

O Centro Social dos Cabos e Soldados da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (CSCS PM/CBM-MG) foi sede da II Semana de Integração e Saúde, organizada pelo Centro de Atividades Musicais da PMMG,...Leia mais.

CSCS participa de 3º Encontro entre Parlamentares e Lideranças no âmbito do Movimento Sou Minas Demais

O presidente do Centro Social dos Cabos e Soldados da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (CSCS PM/CBM-MG), Cabo Coelho, junto ao diretor administrativo do CSCS, Sgt Oliva, estiveram presentes no 3º Encontro...Leia mais.

Polícia recupera carga roubada de três toneladas de explosivos

(Foto: Divulgação / Polícia Civil)

A Polícia Civil recuperou, na noite desta segunda-feira (23), uma carga de três toneladas de explosivos que havia sido roubada durante manhã, na BR-381,...Leia mais.

VER TODAS AS NOTÍCIAS
Redes Sociais
Centro Social dos Cabos e Soldados PM/CBM-MG - Rua Dom Oscar Romero, nº 500 - Belo Horizonte - Minas Gerais
Central de atendimento ao Sócio cscs@cscs.org.br | Fone Sede Social: (31) 3371-6563
© 2019 | Assessoria de Comunicação - CSCS PMCBM-MG