Home | Plataforma CSCS | Webmail | Documentos | Dúvidas Frequentes | Facebook | Instagram | Fale Conosco
HOME | INSTITUCIONAL | ASSOCIE-SE JÁ! | SERVIÇOS OFERECIDOS | HOTÉIS DE TRÂNSITO | REGIONAIS | POUSADAS | CASA DE APOIO | PROTEÇÃO AUTOMOTIVA | JURÍDICO | FALE CONOSCO | CSCSTV (vídeos)
img

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

img

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Nome:
Email:
Confirme seu cadastro:
Nome:
(DDD)
Confirme seu cadastro:
Suspeitos de golpe milionário são presos em resort de luxo na Bahia
Publicado em 20/08/2019 15:08

(Foto: Reprodução)

A polícia divulgou nesta segunda-feira (19) detalhes sobre as investigações de um golpe praticado contra cerca de seis mil pessoas em todo o Brasil por meio de um esquema de pirâmide financeira. O mentor do crime e um comparsa dele foram presos em um resort de luxo, alugado ao custo de R$ 30 mil mensais, em Porto Seguro (BA), de acordo com o UOL. Marcel Mafra Bicalho, de 35 anos, e Leonardo Oliveira Silva, de 32 anos, movimentaram cerca de R$ 880 milhões nos últimos quatro anos.

A prisão, segundo o UOL, ocorreu após seis meses de investigações. No local da prisão, dois carros de luxo foram encontrados, além de armas e munições. A residência, dentro do resort, possuía piscina, academia e central de monitoramento. Bicalho, mentor dos crimes, alega que venceu na Mega Sena com um familiar e que isso explica o estilo de vida levado. Seis seguranças armados moravam no eco resort, de acordo com a polícia.

O golpista se apresentava como “mestre em investimentos” e publicava vídeos nas redes sociais sobre como investir corretamente. As primeiras pessoas que compraram as “aulas” de Bicalho eram convencidas a aplicar dinheiro na empresa dele, iniciando assim o golpe.

Ao ser preso, Bicalho se escondeu em um quarto imaginando que tinha sido encontrado por um de seus credores. Ele temia ser assassinado por uma das pessoas enganadas no golpe e afirmou aos policiais que estava “aliviado” com a prisão.

Fonte: Redação Isto É

Redes Sociais
Centro Social dos Cabos e Soldados PM/CBM-MG - Rua Dom Oscar Romero, nº 500 - Belo Horizonte - Minas Gerais
Central de atendimento ao Sócio cscs@cscs.org.br | Fone Sede Social: (31) 3371-6563
© 2020 | Assessoria de Comunicação - CSCS PMCBM-MG