Home | Plataforma CSCS | Webmail | Documentos | Dúvidas Frequentes | Facebook | Instagram | Fale Conosco
HOME | INSTITUCIONAL | ASSOCIE-SE JÁ! | SERVIÇOS OFERECIDOS | HOTÉIS DE TRÂNSITO | REGIONAIS | POUSADAS | CASA DE APOIO | PROTEÇÃO AUTOMOTIVA | JURÍDICO | FALE CONOSCO | CSCSTV (vídeos)
img

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

img

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Nome:
Email:
Confirme seu cadastro:
Nome:
(DDD)
Confirme seu cadastro:
Condenado por estupro em BH, “Maníaco do Anchieta” deixa prisão
Publicado em 19/08/2019 15:08

Justiça concedeu liberdade condicional ao ex-bancário Pedro Guimarães; homem foi condenado por ter abusado de uma menina de 11 anos.

(Foto: Reprodução / Record TV Minas)

Já está em casa o ex-bancário Pedro Meyer Ferreira Guimarães, conhecido como “Maníaco do Anchieta”, condenado por estuprar uma menina de 11 anos, em 1997, e apontado como suspeito de outros casos de abuso sexual, em Belo Horizonte. O homem foi solto, neste domingo (18), após um juiz de Contagem, na Grande BH, conceder a ele liberdade condicional.

Na decisão assinada nesta sexta-feira (16), o juiz Wagner Cavaliere alegou que, após a realização de exames, ficou constatado que Meyer não apresentou sinais de psicopatia e nem alterações das funções psíquicas. O magistrado destacou ainda que o condenado já cumpriu 2/3 da pena, conforme exige a lei para permitir a progressão de regime.

"Em que pese a gravidade dos delitos imputados ao sentenciado, o laudo de exame criminológico lhe foi favorável, deixando de apontar qualquer circunstância desfavorável à concessão do benefício", explicou o juiz.

Pedro Meyer Ferreira Guimarães cumpria pena na Penitenciária Nelson Hungria, em Contagem, na Grande BH. Ele foi condenado em 2013 a 13 anos e quatro meses por estupro de vulnerável contra uma menina de 11 anos, no bairro Cidade Nova, na região Nordeste da capital mineira.

Após recursos da defesa, o TJMG (Tribunal de Justiça de Minas Gerais) reduziu a pena para nove anos e 11 meses e o homem foi preso em agosto de 2013.

A reportagem tenta contato com a defesa do condenado.

Fonte: Mayara Folco - Record TV Minas

Redes Sociais
Centro Social dos Cabos e Soldados PM/CBM-MG - Rua Dom Oscar Romero, nº 500 - Belo Horizonte - Minas Gerais
Central de atendimento ao Sócio cscs@cscs.org.br | Fone Sede Social: (31) 3371-6563
© 2020 | Assessoria de Comunicação - CSCS PMCBM-MG