Home | Plataforma CSCS | Webmail | Documentos | Dúvidas Frequentes | Facebook | Instagram | Fale Conosco
HOME | INSTITUCIONAL | ASSOCIE-SE JÁ! | SERVIÇOS OFERECIDOS | HOTÉIS DE TRÂNSITO | REGIONAIS | POUSADAS | CASA DE APOIO | PROTEÇÃO AUTOMOTIVA | JURÍDICO | FALE CONOSCO | CSCSTV (vídeos)
img

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

img

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Nome:
Email:
Confirme seu cadastro:
Nome:
(DDD)
Confirme seu cadastro:
Cerca de 20 celulares são apreendidos por dia nos presídios de Minas Gerais
Publicado em 25/06/2019 15:06

De janeiro a abril, quase 2,5 mil aparelhos foram retirados das unidades do estado. Maioria é encontrada durante revista de visitantes.

(Foto: Reprodução/TV Globo)

Cerca de 20 celulares são apreendidos, em média, a cada dia nos presídios de Minas Gerais, segundo a Secretaria de Estado de Administração Prisional (Seap). De janeiro a abril, quase 2,5 mil aparelhos foram retirados das unidades mineiras.

Cerca de 72 mil presos estão nos 197 presídios do estado, de acordo com a Seap. As unidades têm cerca elétrica, câmeras de segurança e muro alto. Mas essas medidas não são suficientes para impedir o contato dos detentos com quem está do lado de fora.

Segundo a secretaria, a maioria dos mais de 20 celulares apreendidos por dia é encontrada durante a revista dos visitantes. Elas são feitas por agentes, por escâner corporal e ainda por detectores de metal.

Mas o celular também entra de outras formas nos presídios. Em Divinópolis, no Centro-Oeste de Minas, por exemplo, um agente penitenciário foi preso suspeito de facilitar a entrada de drogas e celulares no Presídio Floramar. Já no Presídio Regional de Montes Claros, no Norte do estado, um drone levou uma sacola com três celulares para os presos.

No Centro de Remanejamento do Sistema Prisional (Ceresp) de Juiz de Fora, na Zona da Mata, uma operação pente fino conseguiu apreender 14 telefones celulares e várias porções de drogas em 27 celas.

Em Contagem, na Região Metropolitana, agentes penitenciários conseguiram impedir a entrada de quatro celulares na Penitenciária Nelson Hungria. Os telefones estavam em marmitas que seriam servidas aos presos. Segundo o Sindicato dos Agentes de Segurança Penitenciária de Minas Gerais (Sindasp), a tentativa foi feita pela empresa terceirizada que entrega a comida.

Um dia antes dessa apreensão, a Polícia Civil prendeu, em flagrante, suspeitos de sequestrar fazendeiros em Minas Gerais. A ação da quadrilha foi comandada por um detento da Nelson Hungria. Breno Henrique Gonçalves de Barcelos, de 27 anos, cumpre pena por roubo na penitenciária e, com a ajuda de telefones celulares, orquestrou o golpe que anunciava a venda de gado.

De acordo com a secretaria, há bloqueadores em cinco presídios do estado e eles são atualizados conforme disponibilidade financeira do estado. A secretaria também afirma que foi realizado um processo seletivo para o preenchimento do cadastro de reserva de 4 mil vagas de agentes. Até agora, foram chamados 322 candidatos que estão passando por exames médicos.

Um projeto de lei está em tramitação na Câmara dos Deputados prevê o bloqueio do sinal de celular em todos os presídios do país.

Fonte: MG2

MAIS NOTÍCIAS
Projeto de Lei consolidará o Sistema de Proteção Social dos Militares de MG

Na manhã desta terça-feira, 05 de maio, o presidente do Centro Social dos Cabos e Soldados da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (CSCS PM/CBM-MG), Cabo Coelho e o diretor administrativo, Sargento...Leia mais.

Previdência dos Militares mobiliza representantes de classe, parlamentares e Comandos da PM e CBM em BH

Na manhã desta quarta-feira, 29/04, o presidente do Centro Social dos Cabos e Soldados da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (CSCS PM/CBM-MG), Cabo Coelho e o diretor administrativo, Sargento Oliva,...Leia mais.

IPSM foi tema de reunião entre Entidades de Classe e parlamentares

Na última segunda-feira, 20 de abril, o diretor administrativo do Centro Social dos Cabos e Soldados da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (CSCS PM/CBM-MG), Sargento Oliva, representando o presidente Cabo...Leia mais.

Nota de Repúdio – Governo de Minas declara embate com os servidores da Segurança Pública

A diretoria do Centro Social dos Cabos e Soldados da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (CSCS PM/CBM-MG) teve acesso e repudia o memorando número 0283, do Comitê de Orçamento e Finanças...Leia mais.

VER TODAS AS NOTÍCIAS
Redes Sociais
Centro Social dos Cabos e Soldados PM/CBM-MG - Rua Dom Oscar Romero, nº 500 - Belo Horizonte - Minas Gerais
Central de atendimento ao Sócio cscs@cscs.org.br | Fone Sede Social: (31) 3371-6563
© 2020 | Assessoria de Comunicação - CSCS PMCBM-MG