Home | Plataforma CSCS | Webmail | Documentos | Dúvidas Frequentes | Facebook | Instagram | Fale Conosco
HOME | INSTITUCIONAL | ASSOCIE-SE JÁ! | SERVIÇOS OFERECIDOS | HOTÉIS DE TRÂNSITO | REGIONAIS | POUSADAS | CASA DE APOIO | PROTEÇÃO AUTOMOTIVA | JURÍDICO | FALE CONOSCO | CSCSTV (vídeos)
img

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

img

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Nome:
Email:
Confirme seu cadastro:
Nome:
(DDD)
Confirme seu cadastro:
Festa junina termina em morte, pânico e criança ferida no interior de Minas
Publicado em 19/06/2019 16:06

Homem conhecido como "Juninho Caveira" alimentou vingança durante quatro meses, por causa de briga de bar; ele fugiu, mas foi preso.

(Foto: Juarez Martins/ PO Hoje)

Durante quatro meses, Gaspar Júnior Ribeiro, conhecido como "Juninho Caveira", de 36 anos, alimentou uma vingança contra Marcelo Augusto Pereira Silva, de 21, que o havia atingido com um taco de sinuca na cabeça durante uma briga em um bar.

Na noite de sábado Caveira se vingou. Ele matou com três tiros o rival. Tudo aconteceu no meio de uma festa junina que acontecia na rua Vereador Décio Mendes, no bairro Américo Caetano, em Presidente Olegário, no Alto Paranaíba.

Um garoto de 11 anos, que participava da festa, foi atingido na perna por uma bala perdida. Um homem conseguiu empurrar o braço do atirador e salvar a filha dele, que estava na linha de tiro e poderia ter sido a terceira vítima. Houve pânico e muita correria.

PMs que estavam nas imediações ouviram os tiros e viram a multidão correndo, apavorada. Quando chegaram ao local encontraram Marcelo ferido, sendo carregado pelas pessoas.

Os policiais levaram a vítima na viatura para o Hospital Municipal Darci José Fernandes. Foi quando os PMs tomaram conhecimento do garoto baleado na mesma festa, e que também havia dado entrada no hospital com um tiro na perna esquerda.

Marcelo chegou ao hospital ainda com vida, mas não resistiu e morreu.

Atirador tentou fugi

Uma testemunha que estava na festa identificou Juninho Caveira para a Polícia Militar. Ele viu quando o suspeito passou em frente ao palanque do som e atirou. Os policiais foram à casa de Juninho e não o encontraram.

A corporação conseguiu o endereço de uma irmã dele em uma fazenda perto de Lagoa Formosa, justamente para onde o suspeito foi levado de moto por Régis de Carvalho, de 30 anos. Ao chegar na fazenda, Juninho desistiu de ficar no local. Ele foi preso na BR–365, junto com Régis, a caminho de Patos de Minas, onde pretendia se esconder.

Flagrante

Juninho Caveira e Régis foram autuados em flagrante por homicídio e tentativa de homicídio, sendo Régis como co-autor. Os crimes são investigados pela Delegacia de Presidente Olegário.

De acordo com a Polícia Civil, os dois foram encaminhados para o sistema prisional.

Caveira disse ter jogado o revólver calibre 22, usado no crime, em um matagal no bairro Andorinhas. Os policiais vasculharam o local e não encontraram a arma.

Fonte: Pedro Ferreira – O Tempo

MAIS NOTÍCIAS
Confira como foi o Dia das Crianças no CSCS

O sábado, 12 de outubro, foi comemorado com muita diversão e alegria pelas crianças que passaram pelo Centro Social dos Cabos e Soldados (CSCS PM/CBM-MG) em BH. Com atividades recreativas e muitas guloseimas, as...Leia mais.

CSCS de Governador Valadares constrói novas churrasqueiras na Sede Campestre

O Centro Social dos Cabos e Soldados da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (CSCS PM/CBM-MG) regional Governador Valadares, através dos funcionários Fabinho, Elessandro e Sebastião, que tiveram...Leia mais.

II Semana de Integração e Saúde aconteceu no CSCS

O Centro Social dos Cabos e Soldados da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (CSCS PM/CBM-MG) foi sede da II Semana de Integração e Saúde, organizada pelo Centro de Atividades Musicais da PMMG,...Leia mais.

CSCS participa de 3º Encontro entre Parlamentares e Lideranças no âmbito do Movimento Sou Minas Demais

O presidente do Centro Social dos Cabos e Soldados da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (CSCS PM/CBM-MG), Cabo Coelho, junto ao diretor administrativo do CSCS, Sgt Oliva, estiveram presentes no 3º Encontro...Leia mais.

Polícia recupera carga roubada de três toneladas de explosivos

(Foto: Divulgação / Polícia Civil)

A Polícia Civil recuperou, na noite desta segunda-feira (23), uma carga de três toneladas de explosivos que havia sido roubada durante manhã, na BR-381,...Leia mais.

VER TODAS AS NOTÍCIAS
Redes Sociais
Centro Social dos Cabos e Soldados PM/CBM-MG - Rua Dom Oscar Romero, nº 500 - Belo Horizonte - Minas Gerais
Central de atendimento ao Sócio cscs@cscs.org.br | Fone Sede Social: (31) 3371-6563
© 2019 | Assessoria de Comunicação - CSCS PMCBM-MG