Home | Plataforma CSCS | Webmail | Documentos | Dúvidas Frequentes | Facebook | Instagram | Fale Conosco
HOME | INSTITUCIONAL | ASSOCIE-SE JÁ! | SERVIÇOS OFERECIDOS | HOTÉIS DE TRÂNSITO | REGIONAIS | POUSADAS | CASA DE APOIO | PROTEÇÃO AUTOMOTIVA | JURÍDICO | FALE CONOSCO | CSCSTV (vídeos)
img

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

img

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Nome:
Email:
Confirme seu cadastro:
Nome:
(DDD)
Confirme seu cadastro:
Adolescente põe fogo em carro, invade escola e queima documentos em MG
Publicado em 19/06/2019 16:06

Veículo estava estacionado na porta da prefeitura da cidade; jovem foi apreendido.

(Foto: PMMG/Divulgação)

A Polícia Militar de Coronel Fabriciano, no Vale do Aço, apreendeu um adolescente de 17 anos que invadiu, nesta terça-feira (18), uma escola pública da cidade, danificou computadores e colocou fogo em alguns documentos. Antes, segundo a PM, ele ateou fogo a um carro que estava estacionado na porta da prefeitura e espalhou bombas em pontos da cidade.

Segundo o comandante do 58° Batalhão da Polícia Militar, tenente Coronel Warley Geraldo Silva, o carro do modelo Toyota Ethios pertencia a uma funcionária. Um jardim da propriedade também foi atingido.

Após o primeiro ataque, segundo o tenente, o jovem teria pego um moto-táxi para ir até a Escola Estadual Alberto Giovanini, onde estuda. Lá, ele teria danificado alguns materiais da secretaria da unidade.

“Por ser aluno da escola, ele conseguiu entrar facilmente e informou que iria devolver um livro. Ele foi até a secretaria e ordenou que todos saíssem da sala. Lá, ele fechou a porta, danificou alguns materiais e ateou fogo em documentos. No entanto, a ação da polícia e dos bombeiros foi rápida e o fogo não se alastrou”, contou o comandante. Segundo ele, o ataque foi apenas a bens materiais e não houve atentado a nenhuma pessoa diretamente. "Ele deixou claro que não queria matar ninguém e apenas chamar atenção para sua causa", afirma

Ao ser ouvido pelos militares que atenderam a ocorrência, o jovem afirmou que não ia a aula há três semanas e não pretendia machucar ninguém. Segundo ele, o ato foi em protesto ao Estado e às instituições.

“Conversamos com ele, não nos parece alguém que sofra de algum problema psicológico, mas vamos apurar se ele toma algum medicamento. Ele nos falou que estava revoltado com o governo, vacina e alimentos transgênicos”, destacou o tenente coronel.

O adolescente seria levado à Delegacia da Polícia Civil onde ficaria com os responsáveis legais. As aulas do turno da manhã acabaram sendo interrompidas pela ocorrido, segundo o comandante da PM de Coronel Fabriciano.

Com ele foi apreendida uma bolsa que continha líquido inflamável, uma caixa de pólvora e anotações que faziam referência à sua revolta. Em sua residência, a polícia fez a apreensão de computadores.

Bombas

Ao ser preso, o adolescente informou a PM que havia espalhado pela cidade alguns artefatos explosivos caseiros.

“Deslocamos até os locais apontados e identificamos os materiais, que já foram isolados. Um na rodoviária e outro em uma agência bancária”, informou.

"Ele comentou que aprendeu a fazer os explosivos na internet e utilizou apenas pólvora. Eram artefatos incendiários", explicou o tenente coronel.

O Batalhão de Operações Especiais (Bope) foi notificado da situação e, segundo o militar, eles devem avaliar os objetos para ver se será necessário enviar uma equipe para detonação.

Procurada pela reportagem de O Tempo, a Prefeitura Municipal de Coronel Fabriciano informou em nota que acompanha todas as investigações. O texto afirma que o estudante tentou entrar no prédio antes de atear fogo ao carro. Além disso, há relato de uma tentativa de ataque a uma farmácia, mas a PM não confirma.

A Prefeitura de Coronel Fabriciano informa que o suspeito pelo atentado contra Paço Municipal já foi detido pela Polícia Militar para averiguação. O rapaz é menor de idade e estudante da Escola Estadual Alberto Giovanini, onde danificou vários equipamentos eletrônicos daquela instituição na manhã desta terça-feira, 18, e então seguiu para a área central da cidade.

Servidores que chegavam para trabalhar no momento do crime relatam que o rapaz carregava uma mochila com materiais inflamáveis. Ele tentou entrar no hall da Prefeitura, mas sem sucesso, ateou fogo no carro de uma servidora que estava estacionado em frente ao prédio do Paço. Ele seguiu em direção à agência da Caixa Econômica Federal e Farmácia Indiana, também atentando contra estes lugares.

Ainda não se sabe a motivação dos atentados.

A Prefeitura está acompanhando todas as investigações e irá tomar providência para reforçar a segurança no local.

Fonte: Franco Malheiro – O Tempo

Foto: PMMG/Divulgação
MAIS NOTÍCIAS
Motorista joga carro em barraco para ter dinheiro do seguro, mas acaba preso pela PM

Um motorista de aplicativo tentou dar um golpe para conseguir o dinheiro do seguro do veículo, mas a farsa foi descoberta. O homem acabou sendo detido por falsa comunicação de crime. O caso aconteceu neste domingo (14), em...Leia mais.

Bombeiros trabalham no combate de focos de incêndio na Serra do Curral

(Foto: CBMG/divulgação)

Militares do Corpo de Bombeiros combatem desde a noite desse domingo (14) incêndios em quase toda a extensão da Serra do Curral, na região Centro-Sul de Belo...Leia mais.

Homens fogem depois de tentar explodir caixa eletrônico na UFMG

(Foto: Regiane Alves/RecordTV Minas)

Três homens fugiram na madrugada deste domingo (14) depois de tentarem explodir um caixa eletrônico em um dos prédios do campus da UFMG (Universidade Federal de Minas...Leia mais.

Homem é encontrado morto em apartamento na Região da Pampulha, em Belo Horizonte

(Foto: Elton Lopes/TV Globo)

Um homem foi encontrado morto dentro de um apartamento, na manhã desta segunda-feira (15), no bairro Santa Terezinha, na Região da Pampulha, em Belo Horizonte.

De acordo...Leia mais.

PM prende 26 pessoas e recupera 170 aparelhos celulares furtados na Parada LGBT, em BH

Nove colombianos e 17 pessoas foram detidas entre a tarde e início da noite desse domingo (14) por furto a participantes da 22ª Parada do Orgulho LGBT de Belo Horizonte, que teve concentração na Praça da...Leia mais.

VER TODAS AS NOTÍCIAS
Redes Sociais
Centro Social dos Cabos e Soldados PM/CBM-MG - Rua Dom Oscar Romero, nº 500 - Belo Horizonte - Minas Gerais
Central de atendimento ao Sócio cscs@cscs.org.br | Fone Sede Social: (31) 3371-6563
© 2019 | Assessoria de Comunicação - CSCS PMCBM-MG