Home | Plataforma CSCS | Webmail | Documentos | Dúvidas Frequentes | Facebook | Instagram | Fale Conosco
HOME | INSTITUCIONAL | ASSOCIE-SE JÁ! | SERVIÇOS OFERECIDOS | HOTÉIS DE TRÂNSITO | REGIONAIS | POUSADAS | CASA DE APOIO | PROTEÇÃO AUTOMOTIVA | JURÍDICO | FALE CONOSCO | CSCSTV (vídeos)
img

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

img

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Nome:
Email:
Confirme seu cadastro:
Nome:
(DDD)
Confirme seu cadastro:
Bombeiros retiram anel preso em dedo de mulher
Publicado em 30/05/2019 14:05

Militares atendem quase 300 ocorrências deste tipo este ano e deixam dicas de prevenção.

(Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação)

Simples, porém, frequentes. As ocorrências de vítimas com “dedo estrangulado por anéis” são mais comuns do que se possa imaginar. Na tarde desta quarta-feira, o Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais atendeu uma ocorrência deste tipo em Lagoa Santa, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. De janeiro a abril deste ano, a corporação atendeu 276 ocorrências deste tipo.

A mulher, de 32 anos, sofreu uma contusão na mão enquanto estava com dois anéis. Ela não tirou os acessórios a tempo e o dedo inchou. Os militares precisaram fazer uso de uma micro retífica para cortar os anéis.

Como de costume, a vítima ficou bastante agitada e com medo. Motivo pelo qual faz com que os militares redobrem os cuidados no momento de realizar o corte. “É um trabalho de acalmar a vítima para fazer o procedimento com a mão bem leve. É normal o nervosismo. A pessoa acha que vamos cortar o dedo dela, tenta tirar a mão involuntariamente, então a gente pede pra não ficar olhando, que pode ficar mais apavorada”, conta o sargento Bruno Gomes, de 38 anos, que atendeu a ocorrência.

Bruno é militar há 15 anos e relatou que atendeu esse tipo de ocorrências por diversas vezes. “Essa ocorrência é tão simples e corriqueira. Leva em média de três a cinco minutos. Só neste ano, já atendi cerca de três ocorrências assim”, conta.

O bombeiro ressalta que o trabalho não oferece risco para a vítima. “Usamos uma lâmina fina embaixo da aliança que protege o dedo”, afirma. Enquanto um corta o anel, outro militar molha a mão da vítima para resfriar o metal evitar queimadura.

Prevenção

Em todo ano passado, foram registrados no estado 935 atendimentos deste tipo. “A tendência é que o ano termine com menos casos em relação ao ano passado”, disse o bombeiro militar Gláuber Fraga, de 31 anos.

Segundo ele, algumas dicas de prevenção podem fazer total diferença. “Comprar joias maiores que o dedo, evitar ingerir excesso de sal, pois provoca inchaço e o anel pode ficar preso, evitar ficar muito tempo em pé, não realizar atividade física utilizando o anel e tirar o acessório imediatamente em sinal de inchaço”, afirma.

Fonte: Déborah Lima – Estado de Minas

MAIS NOTÍCIAS
Confira como foi o Dia das Crianças no CSCS

O sábado, 12 de outubro, foi comemorado com muita diversão e alegria pelas crianças que passaram pelo Centro Social dos Cabos e Soldados (CSCS PM/CBM-MG) em BH. Com atividades recreativas e muitas guloseimas, as...Leia mais.

CSCS de Governador Valadares constrói novas churrasqueiras na Sede Campestre

O Centro Social dos Cabos e Soldados da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (CSCS PM/CBM-MG) regional Governador Valadares, através dos funcionários Fabinho, Elessandro e Sebastião, que tiveram...Leia mais.

II Semana de Integração e Saúde aconteceu no CSCS

O Centro Social dos Cabos e Soldados da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (CSCS PM/CBM-MG) foi sede da II Semana de Integração e Saúde, organizada pelo Centro de Atividades Musicais da PMMG,...Leia mais.

CSCS participa de 3º Encontro entre Parlamentares e Lideranças no âmbito do Movimento Sou Minas Demais

O presidente do Centro Social dos Cabos e Soldados da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (CSCS PM/CBM-MG), Cabo Coelho, junto ao diretor administrativo do CSCS, Sgt Oliva, estiveram presentes no 3º Encontro...Leia mais.

Polícia recupera carga roubada de três toneladas de explosivos

(Foto: Divulgação / Polícia Civil)

A Polícia Civil recuperou, na noite desta segunda-feira (23), uma carga de três toneladas de explosivos que havia sido roubada durante manhã, na BR-381,...Leia mais.

VER TODAS AS NOTÍCIAS
Redes Sociais
Centro Social dos Cabos e Soldados PM/CBM-MG - Rua Dom Oscar Romero, nº 500 - Belo Horizonte - Minas Gerais
Central de atendimento ao Sócio cscs@cscs.org.br | Fone Sede Social: (31) 3371-6563
© 2019 | Assessoria de Comunicação - CSCS PMCBM-MG