Home | Plataforma CSCS | Webmail | Documentos | Dúvidas Frequentes | Facebook | Instagram | Fale Conosco
HOME | INSTITUCIONAL | ASSOCIE-SE JÁ! | SERVIÇOS OFERECIDOS | HOTÉIS DE TRÂNSITO | REGIONAIS | POUSADAS | CASA DE APOIO | PROTEÇÃO AUTOMOTIVA | JURÍDICO | FALE CONOSCO | CSCSTV (vídeos)
img

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

img

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Nome:
Email:
Confirme seu cadastro:
Nome:
(DDD)
Confirme seu cadastro:
Mulher é torturada e finge estar morta para não ser assassinada na Grande BH
Publicado em 29/05/2019 12:05

Vítima foi levada ao Hospital Regional de Betim.

(Foto: Street View/Reprodução)

Uma mulher de 26 anos foi torturada e precisou fingiu estar morta para não ser assassinada em Betim, na região metropolitana de Belo Horizonte, nessa terça-feira (28). Aos policiais militares, a vítima disse que estava em uma casa na companhia de um homem, de 24 anos, quando duas pessoas chegaram dizendo que estavam a mando do chefe do tráfico.

A dupla ordenou que o homem entregasse uma mochila que tinha grande quantidade de drogas e que estava com ele. Para que o casal indicasse o local em que o material estava, a dupla começou a agredir a mulher e o homem com um facão.

Na sequência, as vítimas foram levadas para um matagal e os criminosos dispararam várias vezes com arma de fogo. A mulher foi atingida no braço direito e deitou-se fingindo estar morta.

O homem que estava com ela tentou correr, porém foi alvejado diversas vezes pelos criminosos e morreu. Após matarem o homem, a dupla voltou onde a mulher estava caída e fez um novo disparo, desta vez na nuca dela. Eles fugiram na sequência.

Após ver que os homens tinham fugido, ela foi até uma casa e pediu que a PM fosse acionada. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) constatou o óbito do homem que ainda tinha hematomas nas costas, agressões no rosto e cortes nas pernas e cotovelo.

O pai da vítima disse que ele estava recebendo telefonemas cobrando pela droga e que um indivíduo iria buscá-la. Nenhum suspeito foi preso e a ocorrência encaminhada para a 8ª Delegacia de Homicídios de Betim. A mulher foi levada para o Hospital Regional de Betim. Sua condição de saúde não foi revelada.

Fonte: Redação Bhaz

MAIS NOTÍCIAS
Confira como foi o Dia das Crianças no CSCS

O sábado, 12 de outubro, foi comemorado com muita diversão e alegria pelas crianças que passaram pelo Centro Social dos Cabos e Soldados (CSCS PM/CBM-MG) em BH. Com atividades recreativas e muitas guloseimas, as...Leia mais.

CSCS de Governador Valadares constrói novas churrasqueiras na Sede Campestre

O Centro Social dos Cabos e Soldados da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (CSCS PM/CBM-MG) regional Governador Valadares, através dos funcionários Fabinho, Elessandro e Sebastião, que tiveram...Leia mais.

II Semana de Integração e Saúde aconteceu no CSCS

O Centro Social dos Cabos e Soldados da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (CSCS PM/CBM-MG) foi sede da II Semana de Integração e Saúde, organizada pelo Centro de Atividades Musicais da PMMG,...Leia mais.

CSCS participa de 3º Encontro entre Parlamentares e Lideranças no âmbito do Movimento Sou Minas Demais

O presidente do Centro Social dos Cabos e Soldados da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (CSCS PM/CBM-MG), Cabo Coelho, junto ao diretor administrativo do CSCS, Sgt Oliva, estiveram presentes no 3º Encontro...Leia mais.

Polícia recupera carga roubada de três toneladas de explosivos

(Foto: Divulgação / Polícia Civil)

A Polícia Civil recuperou, na noite desta segunda-feira (23), uma carga de três toneladas de explosivos que havia sido roubada durante manhã, na BR-381,...Leia mais.

VER TODAS AS NOTÍCIAS
Redes Sociais
Centro Social dos Cabos e Soldados PM/CBM-MG - Rua Dom Oscar Romero, nº 500 - Belo Horizonte - Minas Gerais
Central de atendimento ao Sócio cscs@cscs.org.br | Fone Sede Social: (31) 3371-6563
© 2019 | Assessoria de Comunicação - CSCS PMCBM-MG