Home | Plataforma CSCS | Webmail | Documentos | Dúvidas Frequentes | Facebook | Instagram | Fale Conosco
HOME | INSTITUCIONAL | ASSOCIE-SE JÁ! | SERVIÇOS OFERECIDOS | HOTÉIS DE TRÂNSITO | REGIONAIS | POUSADAS | CASA DE APOIO | PROTEÇÃO AUTOMOTIVA | JURÍDICO | FALE CONOSCO | CSCSTV (vídeos)
img

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

img

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Nome:
Email:
Confirme seu cadastro:
Nome:
(DDD)
Confirme seu cadastro:
Dupla é presa por vender “kit droga” na porta do Ceresp Betim
Publicado em 14/11/2018 15:11

Segundo agentes da unidade, kits contendo mantimentos tinham laranjas “recheadas” com drogas; flagrante, ocorrido na tarde desta quarta-feira (13), foi filmado por funcionários do presídio.

(Foto: Divulgação / O Tempo)

A audácia de uma idosa e um homem, que vendiam kits contendo materiais de higiene pessoal e mantimentos para detentos na porta do Centro de Remanejamento de Presos (Ceresp) Betim, na tarde desta terça-feira (13), surpreendeu até mesmo agentes penitenciários que trabalham na unidade. Eles foram presos depois que foi descoberto que, nos kits, haviam laranjas recheadas com substâncias semelhantes a maconha, cocaína e crack. O momento do flagrante foi filmado por agentes.

“Duas visitantes, devidamente cadastradas, entraram no Ceresp para entregar kits de alimentos aos detentos. Entretanto, quando eles passaram pela máquina que vistoria os alimentos, os agentes responsáveis perceberam que uma das laranjas apresentava um corte, o que não é permitido. Ao abrir o kit, eles encontraram a droga dentro da fruta”, contou um funcionário do Ceresp, que não quis se identificar.

Ao serem interrogadas, as suspeitas contaram que compraram o kit de um casal que estava em Uno parado em frente ao Ceresp. Ao abordá-lo, os agentes encontraram no porta-malas do veículos cerca de 15 kits, todos laranjas contendo com substâncias semelhantes a drogas.

A Polícia Militar foi chamada para registrar o flagrante, efetuar a prisão dos envolvidos e apreender o material encontrado.

Fonte: Lisley Alvarenga – O Tempo

Redes Sociais
Centro Social dos Cabos e Soldados PM/CBM-MG - Rua Dom Oscar Romero, nº 500 - Belo Horizonte - Minas Gerais
Central de atendimento ao Sócio cscs@cscs.org.br | Fone Sede Social: (31) 3371-6563
© 2019 | Assessoria de Comunicação - CSCS PMCBM-MG