Home | Plataforma CSCS | Webmail | Documentos | Dúvidas Frequentes | Facebook | Instagram | Fale Conosco
HOME | INSTITUCIONAL | ASSOCIE-SE JÁ! | SERVIÇOS OFERECIDOS | HOTÉIS DE TRÂNSITO | REGIONAIS | POUSADAS | CASA DE APOIO | PROTEÇÃO AUTOMOTIVA | JURÍDICO | FALE CONOSCO | CSCSTV (vídeos)
img

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

img

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Nome:
Email:
Confirme seu cadastro:
Nome:
(DDD)
Confirme seu cadastro:
Homem condenado a 59 anos de prisão é detido em Ribeirão das Neves
Publicado em 13/11/2018 13:11

De acordo com a Polícia Civil, homem cometeu diversos crimes, como roubo com explosão de caixa, latrocínio, estupro, tráfico de drogas.

(Foto: Mariella Guimarães / O Tempo)

A Polícia Civil recapturou nesta segunda-feira (12) homem foragido da penitenciária José Martins Drummond, em Ribeirão das Neves, na região metropolitana da capital.

Condenado a mais de 59 anos de prisão por crimes como explosão de caixa, latrocínio, estupro e tráfico de drogas, o homem estava sendo procurado desde agosto deste ano e, segundo a polícia, cometeu um assassinato na última sexta-feira (9) em frente ao Hospital Sarah Kubitscheck. A vítima, que não teve o nome divulgado, foi morta com pelo menos 20 tiros.

O homem havia escapado do presídio pulando o muro com uso de uma “tereza”, corda feita de lençóis. O delegado Claudio Utsch, coordenador de operações policiais do Detran, que falou sobre a nova prisão do criminoso, não deu detalhes sobre em quais circunstâncias o foragido foi novamente preso.

"Se a gente contar, nós estamos ensinando bandido como é que a gente trabalha", disse. A única informação confirmada pelo policial é que o criminoso estava com um Toyota Corola.

O carro, de acordo com o coordenador, havia sido roubado na última sexta-feira. O dono do veículo teria reconhecido o criminoso como sendo o homem que levou o carro. Além do veículo, foram encontrados com o homem uma metralhadora calibre 9, uma Glock.40 com 31 tiros e seletor de rajadas, munição, um celular e um documento de identidade falso.

"Ele atuava principalmente na região do Barreiro e já cometeu diversos crimes, como roubo com explosão de caixa, latrocínio, estupro, tráfico de drogas", disse o delegado.

Áudios de WhatsApp

O homem faz parte de uma quadrilha, cujo líder continua preso. "Eles tinham um grupo de WhatsApp, e dentro do presídio trocam mensagens. Nós obtivemos a informação de que a ação da Polícia Militar teria gerado um prejuízo de R$ 50 mil na boca comandada por eles", disse o coordenador. Em um dos áudios trocados entre os bandidos, o líder da quadrilha fala que não podem perder pra polícia e que eles têm que permanecer na atividade.

"Os criminosos chegam a fazer ameaças aos policiais", afirma Utsch. Em um dos trechos das conversas, os bandidos dizem: "Vamos ficar todo mundo na atividade. Não podemos perder da polícia, nem tomar tiro desses caras."

Fonte: Isabella Melano – O Tempo

Redes Sociais
Centro Social dos Cabos e Soldados PM/CBM-MG - Rua Dom Oscar Romero, nº 500 - Belo Horizonte - Minas Gerais
Central de atendimento ao Sócio cscs@cscs.org.br | Fone Sede Social: (31) 3371-6563
© 2019 | Assessoria de Comunicação - CSCS PMCBM-MG