Home | Plataforma CSCS | Webmail | Documentos | Dúvidas Frequentes | Facebook | Instagram | Fale Conosco
HOME | INSTITUCIONAL | ASSOCIE-SE JÁ! | SERVIÇOS OFERECIDOS | HOTÉIS DE TRÂNSITO | REGIONAIS | POUSADAS | CASA DE APOIO | PROTEÇÃO AUTOMOTIVA | JURÍDICO | FALE CONOSCO | CSCSTV (vídeos)
img

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

img

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Nome:
Email:
Confirme seu cadastro:
Nome:
(DDD)
Confirme seu cadastro:
Dez homens são presos por pedofilia em Minas, entre eles um médico
Publicado em 01/11/2018 14:11

Ao todo 14 mandados de busca e apreensão foram realizados em Belo Horizonte, região metropolitana e em três cidades do interior do Estado.

(Foto: Arquivo Stockxpert)

Em coletiva de imprensa na tarde dessa quarta-feira (31) a Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) divulgou informações sobre a operação "Infância Reavida", com o objetivo de coibir os crimes de exploração sexual infantil, por meio do compartilhamento e armazenamento de arquivos com cenas de sexo explícito envolvendo crianças e adolescentes.

As investigações rastrearam conexões de materiais pornográficos infantis que levaram a polícia aos criminosos.

Ao todo, 14 mandados de busca e apreensão foram realizados em Belo Horizonte, região metropolitana (Betim, Contagem e Nova Lima) e em três cidades do interior de Minas Gerais (Ipatinga, Ponte Nova e Barbacena).

A delegada Isabella Franca Oliveira informou que 10 homens foram presos. Entre eles um médico, Fábio Lima Duarte, de 36 anos. Segundo ela, “o médico tinha em posse mais de 8 mil arquivou compartilhados que incluíam fotos e filmagens dele mantendo relação com adolescentes dentro de casa”, disse. Além disso o clínico geral que trabalhava em diversas clínicas também “confessou que fazia gravações dos exames que realizava em mulheres, como mamografia e ultrassom, com câmera escondida”, concluiu.

Dois policiais militares também foram presos em flagrante por armazenamento e compartilhamento de material que inclui pedofilia. Um sargento reformado e um cabo na ativa, ambos da região metropolitana de BH. Os dois, agora, iniciam processo administrativo disciplinar.

Um total de 33 mil arquivou foram apreendidos juntamente com CDs, câmeras, computadores e notebooks.

As investigações continuam. Segundo a delegada, “outros três suspeitos estão sendo investigados, um deles teve o material apreendido, mas estava viajando e não foi preso.”

Fonte: Isabella Melano – O Tempo

Redes Sociais
Centro Social dos Cabos e Soldados PM/CBM-MG - Rua Dom Oscar Romero, nº 500 - Belo Horizonte - Minas Gerais
Central de atendimento ao Sócio cscs@cscs.org.br | Fone Sede Social: (31) 3371-6563
© 2019 | Assessoria de Comunicação - CSCS PMCBM-MG