Home | Plataforma CSCS | Webmail | Documentos | Dúvidas Frequentes | Facebook | Instagram | Fale Conosco
HOME | INSTITUCIONAL | ASSOCIE-SE JÁ! | SERVIÇOS OFERECIDOS | HOTÉIS DE TRÂNSITO | REGIONAIS | POUSADAS | CASA DE APOIO | PROTEÇÃO AUTOMOTIVA | JURÍDICO | FALE CONOSCO | CSCSTV (vídeos)
img

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

img

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Nome:
Email:
Confirme seu cadastro:
Nome:
(DDD)
Confirme seu cadastro:
Polícia segue buscas por homem que matou a ex na frente dos filhos em MG
Publicado em 26/10/2018 14:10

Michele Aparecida de Medeiros, de 40 anos, foi assassinada a facadas em uma casa em um distrito de Lajinha, na Zona da Mata.

(Foto: Reprodução / Facebook)

As buscas pelo homem suspeito de assassinar a ex-mulher na frente dos filhos em um distrito de Lajinha, na Região da Zona da Mata, continuam. Anderson da Silva Nascimento, de 37 anos, matou a vítima, Michele Aparecida de Medeiros, de 40, a facadas em uma casa. Depois do crime, fugiu em uma moto em direção a uma rodovia. Rastreamento foi feito pela polícia, mas ele não foi encontrado. A mulher já tinha uma medida protetiva contra ele.

A possível motivação para o crime seria ciúmes. A filha do casal contou que Anderson chegou na casa acusando Michele de traição. Disse, ainda, que o pai chegou a falar há algum tempo que iria matar a companheira e, em seguida, tirar a própria vida. A avó da garota disse que o casal estava separado há aproximadamente três meses e que Anderson não aceitava o fim do relacionamento.

As agressões de Anderson contra Michele já aconteciam há, ao menos, quatro anos. De acordo com a Polícia Civil, o primeiro boletim de ocorrência feito pela vítima foi em 2014, por ameaça. A PM informou, ainda, que em setembro deste ano ela já tinha registrado outra denúncia de ameaça por parte do ex.

O assassinato aconteceu na noite de terça-feira em uma casa no distrito de Córrego Carvalho, na zona rural de Lajinha. De acordo com a PM, a filha do casal, que presenciou o crime, contou detalhes. Em conversa com os militares, informou que chegou em casa junto com a mãe Michele Aparecida de Medeiros, de 40, o irmão mais novo. Eles ligaram a televisão e ouviram um barulho vindo do quarto.

A garota disse que foi até o cômodo junto com a mãe e que, em um primeiro momento, não viu nada. Quando abaixou para olhar embaixo da cama, acabou sendo surpreendida por Anderson, que saiu com uma faca na mão. “Eu vou te matar”, teria dito o homem para Michelle. As duas correram e foram seguidas pelo autor.

Segundo depoimento da menina, Michelle tentou abrir a porta da casa, mas acabou alcançada. A mulher, então, correu para a cozinha, enquanto era esfaqueada pelo ex-marido. A menina conta que a mãe tentou pular uma janela da cozinha, mas foi puxada pela roupa e atacada. No boletim de ocorrência consta, ainda, que a garota chegou a implorar ao pai para parar as agressões, mas que acabou empurrada.

A garota fugiu por meio de uma janela, deixando o irmão mais novo. Ela seguiu até a casa da avó e contou os detalhes do crime. A PM foi acionada e foi até a casa. Segundo o boletim de ocorrência, os policiais tiveram que arrombar o portão e a porta da cozinha, pois estavam trancados. Ao entrar na residência, encontraram marcas de sangue. A vítima estava caída no chão e já sem sinais vitais.

Fonte: João Henrique do Vale – Estado de Minas

MAIS NOTÍCIAS
Jurídico do CSCS recebe elogio de associado

A assessoria jurídica da Sede do Centro Social dos Cabos e Soldados da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (CSCS PM/CBM-MG) obteve, mais uma vez, sucesso em processo judicial, em Belo Horizonte.

O...Leia mais.

Deputados e Entidades de Classe da segurança pública convocam as mobilizações também para o interior de MG

Nesta quinta-feira, 7 de março, durante a reunião com os deputados Sargento Rodrigues e Subtenente Gonzaga, juntamente com Cel Mendonça,
entidades de Classe da segurança pública - CSCS, ASPRA, ASCOBOM,...Leia mais.

Diretoria do CSCS reinaugura casa de apoio em BH

Pensando no conforto e comodidade de seus associados e após 3 meses em reforma, a Casa de Apoio do Centro Social dos Cabos e Soldados da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (CSCS PM/CBM-MG), localizada em...Leia mais.

Dirigentes do CSCS participaram de manifestação no centro da capital

Durante nomeação dos deputados estaduais na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), na tarde desta sexta-feira (01), diversas entidades de classes, que representam os servidores públicos do estado,...Leia mais.

CSCS convoca servidores públicos para a manifestação do dia 01 de fevereiro

O Centro Social dos Cabos e Soldados da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (CSCS PM/CBM-MG) como representante de classe dos militares e junto às demais categorias da segurança pública do...Leia mais.

VER TODAS AS NOTÍCIAS
Redes Sociais
Centro Social dos Cabos e Soldados PM/CBM-MG - Rua Dom Oscar Romero, nº 500 - Belo Horizonte - Minas Gerais
Central de atendimento ao Sócio cscs@cscs.org.br | Fone Sede Social: (31) 3371-6563
© 2019 | Assessoria de Comunicação - CSCS PMCBM-MG