Home | Plataforma CSCS | Webmail | Documentos | Dúvidas Frequentes | Facebook | Instagram | Fale Conosco
HOME | INSTITUCIONAL | ASSOCIE-SE JÁ! | SERVIÇOS OFERECIDOS | HOTÉIS DE TRÂNSITO | REGIONAIS | POUSADAS | CASA DE APOIO | PROTEÇÃO AUTOMOTIVA | JURÍDICO | FALE CONOSCO | CSCSTV (vídeos)
img

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

img

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Nome:
Email:
Confirme seu cadastro:
Nome:
(DDD)
Confirme seu cadastro:
Polícia Federal investiga crimes eleitorais em SP, MG, PE e RS
Publicado em 24/10/2018 15:10

Operação da Polícia Federal é feita em quatro estados e envolve combate a crimes eleitorais.

(Foto: Imagem de Arquivo / Agência Brasil)

Tendo por base acompanhamentos feitos nas redes sociais, a Polícia Federal deflagrou hoje (24) a Operação Olhos de Lince, com o objetivo de coibir crimes relacionados às eleições. Entre os crimes apurados estão os de violação do sigilo do voto e de incitação à homicídio.

Ao todo, nove ações estão sendo cumpridas de forma simultânea: quatro mandados de busca e apreensão nos municípios de São Paulo e Sorocaba/SP; em Uberlândia (MG) e em Caxias do Sul (RS).

Também foram expedidos cinco Termos Circunstanciados de Ocorrência (registros de infração de menor potencial ofensivo), com a intimação de investigados em Juiz de Fora (MG), Varginha (MG), Recife (PE) e Caxias do Sul (RS).

“Para a identificação dos investigados foram utilizadas técnicas de reconhecimento facial, que, por meio de critérios científicos, permitem a realização de análises e comparações das características faciais, tais como cicatrizes, manchas e proporções, possibilitando a identificação de forma técnica e precisa dos suspeitos”, informou, por meio de nota, a PF.

Tais ações, implementadas no âmbito do Centro Integrado de Comando e Controle Eleitoral, decorrem do trabalho de acompanhamento, via redes sociais, com o objetivo de identificar e evitar possíveis crimes eleitorais e ameaças aos candidatos que concorrem ao pleito de 2018.

Fonte: Pedro Peduzzi - Agência Brasil

MAIS NOTÍCIAS
Jurídico do CSCS recebe elogio de associado

A assessoria jurídica da Sede do Centro Social dos Cabos e Soldados da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (CSCS PM/CBM-MG) obteve, mais uma vez, sucesso em processo judicial, em Belo Horizonte.

O...Leia mais.

Deputados e Entidades de Classe da segurança pública convocam as mobilizações também para o interior de MG

Nesta quinta-feira, 7 de março, durante a reunião com os deputados Sargento Rodrigues e Subtenente Gonzaga, juntamente com Cel Mendonça,
entidades de Classe da segurança pública - CSCS, ASPRA, ASCOBOM,...Leia mais.

Diretoria do CSCS reinaugura casa de apoio em BH

Pensando no conforto e comodidade de seus associados e após 3 meses em reforma, a Casa de Apoio do Centro Social dos Cabos e Soldados da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (CSCS PM/CBM-MG), localizada em...Leia mais.

Dirigentes do CSCS participaram de manifestação no centro da capital

Durante nomeação dos deputados estaduais na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), na tarde desta sexta-feira (01), diversas entidades de classes, que representam os servidores públicos do estado,...Leia mais.

CSCS convoca servidores públicos para a manifestação do dia 01 de fevereiro

O Centro Social dos Cabos e Soldados da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (CSCS PM/CBM-MG) como representante de classe dos militares e junto às demais categorias da segurança pública do...Leia mais.

VER TODAS AS NOTÍCIAS
Redes Sociais
Centro Social dos Cabos e Soldados PM/CBM-MG - Rua Dom Oscar Romero, nº 500 - Belo Horizonte - Minas Gerais
Central de atendimento ao Sócio cscs@cscs.org.br | Fone Sede Social: (31) 3371-6563
© 2019 | Assessoria de Comunicação - CSCS PMCBM-MG