Home | Plataforma CSCS | Webmail | Documentos | Dúvidas Frequentes | Facebook | Instagram | Fale Conosco
HOME | INSTITUCIONAL | ASSOCIE-SE JÁ! | SERVIÇOS OFERECIDOS | HOTÉIS DE TRÂNSITO | REGIONAIS | POUSADAS | CASA DE APOIO | PROTEÇÃO AUTOMOTIVA | JURÍDICO | FALE CONOSCO | CSCSTV (vídeos)
img

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

img

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Nome:
Email:
Confirme seu cadastro:
Nome:
(DDD)
Confirme seu cadastro:
Homens são presos por tocar partes íntimas de jovens em coletivos de BH
Publicado em 18/10/2018 14:10

Imagem ilustrativa de ônibus que também faz baldeação na Estação Vilarinho.

(Foto: Maick Hander / Bhaz)

Dois casos de importunação sexual foram registrados nesta quarta-feira (17), em Belo Horizonte, em coletivos do transporte público. O primeiro deles envolveu um homem de 38 anos e uma mulher de 26. O segundo, um homem de 48, e uma jovem de 24.

O primeiro caso foi registrado na linha 815 (Estação São Gabriel/Conjunto Paulo VI), quando a mulher de 26 anos que estava sentada sentiu que o passageiro atrás do seu banco começou a apalpar seus seios. Constrangida com a situação e ainda ouvindo risadas de deboche do agressor, a mulher mudou de assento para pôr fim ao abuso.

Ela teria reclamado ao motorista e a Polícia Militar foi acionada. O suposto agressor admitiu à PM que realmente estava sentado no banco de trás da mulher, mas que seu braço teria escorregado e tocado as costas dela. O fato foi presenciado por testemunhas, que confirmaram a versão da mulher. Diante disso, os militares deram voz de prisão ao homem, que foi encaminhado à delegacia.

Linha 65

O segundo caso de importunação sexual ocorreu dentro de um coletivo da linha 65 (Estação Vilarinho/Centro) contra uma jovem de 24 anos. A prisão do homem foi realizada pela Guarda Municipal na tarde desta terça-feira (16), na Estação Vilarinho.

Aos agentes, a vítima relatou que o homem estava sentado ao seu lado com os braços cruzados. Em determinado momento da viagem, ele abaixou as mãos e começou a tocar seus quadris próximo das partes íntimas.

Mesmo a jovem pedindo, por três vezes, para que ele parasse a ação, ele negou. Por conta disso, ao desembarcar na Estação Vilarinho, em Venda Nova, ela fez queixas contra o homem.

No momento da abordagem, o suspeito apresentava sintomas de embriaguez e recebeu voz de prisão por parte dos agentes. A jovem, o suspeito e as testemunhas foram encaminhadas à Central de Flagrantes (Ceflan) da Polícia Civil. Após os depoimentos o homem foi levado para Centro de Remanejamento do Sistema Prisional (Ceresp), onde está preso.

Importunação sexual é crime

O crime de importunação sexual é caracterizado pela realização de ato libidinoso na presença de alguém e sem seu consentimento. O caso mais comum é o assédio sofrido por mulheres em meios de transporte coletivo, como ônibus e metrô. Até setembro, isso era considerado apenas uma contravenção penal, com pena de multa. Agora, quem praticá-lo poderá pegar de 1 a 5 anos de prisão.

Fonte: Vitor Fórneas – Bhaz com Câmara dos Deputados

Redes Sociais
Centro Social dos Cabos e Soldados PM/CBM-MG - Rua Dom Oscar Romero, nº 500 - Belo Horizonte - Minas Gerais
Central de atendimento ao Sócio cscs@cscs.org.br | Fone Sede Social: (31) 3371-6563
© 2019 | Assessoria de Comunicação - CSCS PMCBM-MG