Home | Plataforma CSCS | Webmail | Documentos | Dúvidas Frequentes | Facebook | Instagram | Fale Conosco
HOME | INSTITUCIONAL | ASSOCIE-SE JÁ! | SERVIÇOS OFERECIDOS | HOTÉIS DE TRÂNSITO | REGIONAIS | POUSADAS | CASA DE APOIO | PROTEÇÃO AUTOMOTIVA | JURÍDICO | FALE CONOSCO | CSCSTV (vídeos)
img

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

img

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Nome:
Email:
Confirme seu cadastro:
Nome:
(DDD)
Confirme seu cadastro:
Cristian Cravinhos é condenado a 4 anos e 8 meses de prisão
Publicado em 10/10/2018 10:10

Conhecido pela participação no assassinato do casal von Richthofen estava em regime aberto quando foi preso por suborno.

(Foto: Reprodução / TV Record)

Conhecido pela participação no assassinato do casal von Richthofen, Cristian Cravinhos foi condenado a 4 anos e 8 meses de prisão pela Justiça Criminal de Sorocaba (SP) por tentativa de suborno a policiais.

A decisão foi dada no início da noite desta segunda-feira, 8, pela juíza Margarete Pellizari, da 2ª Vara Criminal, que determinou o cumprimento da pena em regime fechado, por ele ser reincidente. Cravinhos já estava preso em Tremembé (SP) desde a data do crime, em abril deste ano.

O acusado, que cumpria em regime aberto a pena de 38 anos e 6 meses de prisão pela morte dos Richthofen, foi detido pela Polícia Militar em Sorocaba, após ter se desentendido com uma mulher.

Ele a teria agredido, mas a vítima não registrou a ocorrência. Por estar descumprindo as regras do regime aberto, pois estava fora da cidade de seu domicílio e em um bar, Cristian tentou subornar os policiais, oferecendo R$ 1 mil em espécie, mais o dinheiro obtido com a venda de uma moto, segundo o inquérito. Ele foi autuado flagrante.

Em poder do suspeito, os policiais encontraram munição de uso restrito, mas Cravinhos foi absolvido desse crime por falta de provas. A juíza considerou, no entanto, que ele cometeu o crime de tentativa de suborno.

Recurso

O advogado de Cristian, Ivan Peterson de Camargo, vai entrar com recurso. Segundo o defensor, a sentença se baseou apenas na palavra dos policiais, sem outros elementos de prova. O advogado considerou, ainda, que a pena foi excessiva.

Cristian Cravinhos foi condenado a 38 anos e 6 meses de prisão pela morte do casal Marísia e Manfred von Richthofen, em 2002, em São Paulo. Na época, seu irmão Daniel namorava Suzane von Richthofen, filha do casal, e os pais eram contrários ao relacionamento. Os três planejaram e executaram o assassinato do casal na casa da família.

Daniel, condenado a 39 anos e seis meses, está em regime aberto desde janeiro deste ano. Suzane foi condenada a 39 anos de prisão e a Defensoria Pública já pediu sua progressão para o regime aberto. O último pedido, feito no mês passado, foi negado pela Justiça.

Fonte: Estadão Conteúdo

MAIS NOTÍCIAS
Jurídico do CSCS recebe elogio de associado

A assessoria jurídica da Sede do Centro Social dos Cabos e Soldados da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (CSCS PM/CBM-MG) obteve, mais uma vez, sucesso em processo judicial, em Belo Horizonte.

O...Leia mais.

Deputados e Entidades de Classe da segurança pública convocam as mobilizações também para o interior de MG

Nesta quinta-feira, 7 de março, durante a reunião com os deputados Sargento Rodrigues e Subtenente Gonzaga, juntamente com Cel Mendonça,
entidades de Classe da segurança pública - CSCS, ASPRA, ASCOBOM,...Leia mais.

Diretoria do CSCS reinaugura casa de apoio em BH

Pensando no conforto e comodidade de seus associados e após 3 meses em reforma, a Casa de Apoio do Centro Social dos Cabos e Soldados da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (CSCS PM/CBM-MG), localizada em...Leia mais.

Dirigentes do CSCS participaram de manifestação no centro da capital

Durante nomeação dos deputados estaduais na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), na tarde desta sexta-feira (01), diversas entidades de classes, que representam os servidores públicos do estado,...Leia mais.

CSCS convoca servidores públicos para a manifestação do dia 01 de fevereiro

O Centro Social dos Cabos e Soldados da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (CSCS PM/CBM-MG) como representante de classe dos militares e junto às demais categorias da segurança pública do...Leia mais.

VER TODAS AS NOTÍCIAS
Redes Sociais
Centro Social dos Cabos e Soldados PM/CBM-MG - Rua Dom Oscar Romero, nº 500 - Belo Horizonte - Minas Gerais
Central de atendimento ao Sócio cscs@cscs.org.br | Fone Sede Social: (31) 3371-6563
© 2019 | Assessoria de Comunicação - CSCS PMCBM-MG