Home | Plataforma CSCS | Webmail | Documentos | Dúvidas Frequentes | Facebook | Instagram | Fale Conosco
HOME | INSTITUCIONAL | ASSOCIE-SE JÁ! | SERVIÇOS OFERECIDOS | HOTÉIS DE TRÂNSITO | REGIONAIS | POUSADAS | CASA DE APOIO | PROTEÇÃO AUTOMOTIVA | JURÍDICO | FALE CONOSCO | CSCSTV (vídeos)
img

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

img

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Nome:
Email:
Confirme seu cadastro:
Nome:
(DDD)
Confirme seu cadastro:
Mãe acusada de abandonar criança em lixeira é presa pela PM
Publicado em 04/10/2018 10:10

M. foi detida após operação conjunta entre PM e PC

(Foto: Divulgação / Jornal de Uberaba)

Mulher de 25 anos acusada de abandonar a filha recém-nascida em uma lixeira em via pública, na segunda-feira (1º), foi presa pela Polícia Militar na última quarta-feira (3). Ela confessou o crime e foi levada para a delegacia.

A prisão da faxineira M.C.N.B., 25 anos, aconteceu quando, segundo informações do tenente PM Bruno Santiago, os militares do 67º Batalhão de Polícia Militar (BPM), juntamente com policiais civis, realizaram levantamentos e conseguiram imagens mais nítidas da suspeita em via pública. Eles ainda receberam denúncias anônimas de uma funcionária de uma revendedora de veículos da avenida Nenê Sabino, a qual informou que na tarde de segunda-feira (1º) a suspeita solicitou um Uber e foi embora alegando dores na barriga e que na última quarta-feira (3) pela manhã ela retornou ao trabalho com a barriga bem menor, o que gerou suspeita, já que o caso foi muito comentado em toda a cidade. Os policiais foram até a revendedora de veículos e detiveram a suspeita. A princípio ela negou o crime, mas quando os policiais mostraram as imagens, ela confessou que abandonou a filha na lixeira.

Em entrevista à reportagem do JORNAL DE UBERABA, a mulher confessou o crime e disse que não tinha condições de “criar” a filha. Ela disse ainda que manteve relações sexuais com mais de um parceiro e não sabe quem é o pai. Ela afirmou que estava arrependida. “Estou arrependida pelo que fiz, mas não tinha condições de criá-la” desabafou. A acusada de abandono de incapaz foi presa em flagrante, levada para a Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) da Polícia Civil e apresentada ao delegado de plantão, Ciro Outeiro, para esclarecimentos.

O crime – A criança recém-nascida foi abandonada na noite de segunda-feira na rua Ângelo Sbória quando câmeras de segurança flagraram a mulher caminhando com uma sacola nas mãos e em determinado momento foi até a lixeira e deixou a mesma sacola com o bebê dentro. Moradores da via foram até a lixeira e um deles ouviu o choro da criança. Eles acionaram o socorro e uma ambulância de Unidade de Suporte Básico (USB) do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foi ao local e durante os atendimentos a equipe constatou que a criança não tinha nenhum ferimento. A menina foi socorrida e encaminhada para o pronto socorro do Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Triângulo Mineiro (HC-UFTM). Segundo a assessoria de imprensa do HC/UFTM a menina está estável e em boas condições de saúde e passará por exames de imagem de cabeça, olhos e coração como procedimentos de rotina. Por enquanto, ela segue internada.

Fonte: Juliano Carlos – Jornal de Uberaba

Redes Sociais
Centro Social dos Cabos e Soldados PM/CBM-MG - Rua Dom Oscar Romero, nº 500 - Belo Horizonte - Minas Gerais
Central de atendimento ao Sócio cscs@cscs.org.br | Fone Sede Social: (31) 3371-6563
© 2019 | Assessoria de Comunicação - CSCS PMCBM-MG