Home | Plataforma CSCS | Webmail | Documentos | Dúvidas Frequentes | Facebook | Instagram | Fale Conosco
HOME | INSTITUCIONAL | ASSOCIE-SE JÁ! | SERVIÇOS OFERECIDOS | HOTÉIS DE TRÂNSITO | REGIONAIS | POUSADAS | CASA DE APOIO | PROTEÇÃO AUTOMOTIVA | JURÍDICO | FALE CONOSCO | CSCSTV (vídeos)
img

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

img

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Nome:
Email:
Confirme seu cadastro:
Nome:
(DDD)
Confirme seu cadastro:
Suspeito de estuprar criança é liberado pela polícia e agredido no Sul de Minas
Publicado em 02/10/2018 15:10

População colocou fogo na casa do suspeito e jogou pedras em viaturas da polícia durante o tumulto; PM precisou usar força progressiva para conter protestos.

(Foto: Reprodução / TV Boa Esperança)

Um idoso, de 61 anos e suspeito de estupro contra uma criança, foi espancado por populares na cidade de Boa Esperança, na Região Sul do estado. A ação violenta desta segunda-feira (1º) aconteceu após ele ser detido e liberado por uma delegacia. A unidade policial seria da cidade de Varginha, segundo Renata Aparecida, mãe da vítima.

O idoso teria confessado o crime, mas foi liberado por ausência de flagrante e de mandado de prisão. Diante dos fatos, a população se enfureceu e espancou o suspeito. A casa na qual ele, a avó e a criança viviam foi incendiada pela multidão e completamente destruída.

Revoltada com a atuação da polícia, vizinhos jogaram pedras em viaturas. Diante da situação, a polícia disse que precisou usar bombas de efeito moral e balas de borracha para conter os protestos e resgatar o suspeito ferido.

A criança vivia com a avó, que sabia dos abusos cometidos por parte do companheiro dela, segundo relatos dos populares. “Eu fui presa e comecei a usar droga. Mas, por mais que eu usasse droga, minhas filhas sempre foram bem cuidadas”, disse Renata. A avó fugiu do local antes da confusão.

Uma vizinha, que não quis se identificar, informou que o casal evitava a presença dos vizinhos na residência deles, o que era visto de maneira suspeita. O homem foi encaminhado a um hospital da cidade de Três Pontas, também no Sul do estado, em estado grave.

Fonte: Gabriel Ronan – Estado de Minas

Foto: Reprodução / TV Boa Esperança
MAIS NOTÍCIAS
Jurídico do CSCS recebe elogio de associado

A assessoria jurídica da Sede do Centro Social dos Cabos e Soldados da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (CSCS PM/CBM-MG) obteve, mais uma vez, sucesso em processo judicial, em Belo Horizonte.

O...Leia mais.

Deputados e Entidades de Classe da segurança pública convocam as mobilizações também para o interior de MG

Nesta quinta-feira, 7 de março, durante a reunião com os deputados Sargento Rodrigues e Subtenente Gonzaga, juntamente com Cel Mendonça,
entidades de Classe da segurança pública - CSCS, ASPRA, ASCOBOM,...Leia mais.

Diretoria do CSCS reinaugura casa de apoio em BH

Pensando no conforto e comodidade de seus associados e após 3 meses em reforma, a Casa de Apoio do Centro Social dos Cabos e Soldados da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (CSCS PM/CBM-MG), localizada em...Leia mais.

Dirigentes do CSCS participaram de manifestação no centro da capital

Durante nomeação dos deputados estaduais na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), na tarde desta sexta-feira (01), diversas entidades de classes, que representam os servidores públicos do estado,...Leia mais.

CSCS convoca servidores públicos para a manifestação do dia 01 de fevereiro

O Centro Social dos Cabos e Soldados da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (CSCS PM/CBM-MG) como representante de classe dos militares e junto às demais categorias da segurança pública do...Leia mais.

VER TODAS AS NOTÍCIAS
Redes Sociais
Centro Social dos Cabos e Soldados PM/CBM-MG - Rua Dom Oscar Romero, nº 500 - Belo Horizonte - Minas Gerais
Central de atendimento ao Sócio cscs@cscs.org.br | Fone Sede Social: (31) 3371-6563
© 2019 | Assessoria de Comunicação - CSCS PMCBM-MG