Home | Plataforma CSCS | Webmail | Documentos | Dúvidas Frequentes | Facebook | Instagram | Fale Conosco
HOME | INSTITUCIONAL | ASSOCIE-SE JÁ! | SERVIÇOS OFERECIDOS | HOTÉIS DE TRÂNSITO | REGIONAIS | POUSADAS | CASA DE APOIO | PROTEÇÃO AUTOMOTIVA | JURÍDICO | FALE CONOSCO | CSCSTV (vídeos)
img

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

img

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Nome:
Email:
Confirme seu cadastro:
Nome:
(DDD)
Confirme seu cadastro:
Defesa de jovem preso nos EUA diz que ex é a “agressora” e família vai processá-la por danos à “reputação”
Publicado em 01/10/2018 11:10

(Foto: Reprodução / Instagram)

A defesa do mineiro Erick Bretz, de 25 anos, divulgou um comunicado à imprensa nessa sexta-feira (28) no qual afirma que ele é inocente. Policiais de Tampa, na Flórida (EUA), prenderam o jovem no último domingo (23) após Melissa Gentz, de 23 anos, relatar ter sido estrangulada e espancada. Ao Bhaz, a estudante contou detalhes da briga registrada com seu então namorado e confirmou a autenticidade de fotos que mostram ferimentos em seu rosto. Os advogados do acusado dizem que existem evidências de que ela seria a “agressora”. Além disso, alegam que “a mídia sensacionalizou” o caso e “criou fake news “.

As últimas frases do comunicado esclarecem que Erick e sua família vão processar Melissa por ações que classificam como “caluniosas e difamatórias”. “Eles pretendem ser ressarcidos pelos danos causados à excepcional reputação que possuem”, diz o texto do escritório de advocacia de Miami contratado para defender o mineiro. O rapaz é filho do empresário Vicente Bretz.

Melissa denunciou Erick à polícia e relatou ter sido estrangulada. Ela ainda disse que foi obrigada a ingerir soro fisiológico e o então namorado arrancou seus cabelos ao puxá-los durante a briga. Fotos mostram a estudante com os olhos machucados e ferimentos no rosto. Além disso, a jovem divulgou áudios nos quais Erick a chama de “burra”. “Você não aceita o homem que tem mais dominância do que você. Você acha que é o homem da relação, mas você não é. Você é uma mulher, véi, tem que aceitar isso”, diz o rapaz em uma das gravações. O caso ganhou repercussão nacional nos últimos dias.

Fonte: Redação Bhaz

Redes Sociais
Centro Social dos Cabos e Soldados PM/CBM-MG - Rua Dom Oscar Romero, nº 500 - Belo Horizonte - Minas Gerais
Central de atendimento ao Sócio cscs@cscs.org.br | Fone Sede Social: (31) 3371-6563
© 2019 | Assessoria de Comunicação - CSCS PMCBM-MG