Home | Plataforma CSCS | Webmail | Documentos | Dúvidas Frequentes | Facebook | Instagram | Fale Conosco
HOME | INSTITUCIONAL | ASSOCIE-SE JÁ! | SERVIÇOS OFERECIDOS | HOTÉIS DE TRÂNSITO | REGIONAIS | POUSADAS | CASA DE APOIO | PROTEÇÃO AUTOMOTIVA | JURÍDICO | FALE CONOSCO | CSCSTV (vídeos)
img

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

img

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Nome:
Email:
Confirme seu cadastro:
Nome:
(DDD)
Confirme seu cadastro:
Médico é preso com seis armas na Região Centro-Sul de BH
Publicado em 28/09/2018 10:09

Segundo a PM, ele manteve em cárcere privado a mulher, a mãe e a filha de nove meses durante algumas horas.

(Foto: Reprodução / TV Globo)

Um médico cardiologista de 30 anos foi preso com seis armas na madrugada desta sexta-feira (28) no bairro Barro Preto, na Região Centro-Sul de Belo Horizonte. De acordo com a Polícia Militar (PM), o homem, identificado como Bruno Samuel José Luiz de Araújo, manteve por algumas horas em cárcere privado a mulher, a mãe e a filha de nove meses.

Os vizinhos chamaram a polícia e disseram que escutaram disparos de armas de fogo. Quando os militares chegaram no local, o homem estava com uma arma na mão. “Chegamos ao local e vimos um cidadão bastante alterado com uma arma de fogo na mão e familiares no imóvel”, contou o soldado Átila Brito.

Segundo o militar, depois de uma negociação com os policiais, o médico deixou a arma no chão e foi detido. O soldado explicou que o homem é usuário de drogas e que a família estava tentando levá-lo para uma clínica de reabilitação.

Ainda de acordo com a PM, o médico não aceitou o tratamento e teria usado as armas para amedrontar profissionais de uma clínica que haviam ido ao local na véspera. Conforme descrito no Boletim de Ocorrência, os funcionários tentaram conter o médico, mas fugiram ao perceber que o homem estava armado.

O soldado informou que as armas estavam no guarda-roupas de um dos quartos da casa. Além da pistola que o suspeito usou para ameaçar a família, os policiais encontraram uma escopeta, uma garrucha, uma espingarda e dois revólveres que estavam no quarto do casal. De acordo com a polícia, os equipamentos seriam do pai do médico, militar da Aeronáutica.

Por não ter posse, o médico foi levado para a Central de Flagrantes da Polícia Civil (Ceflan), no bairro Floresta. No local, o médico disse à imprensa que não estava armado no momento em que os policiais chegaram ao apartamento.

Fonte: Bom Dia Minas — Belo Horizonte

Foto: Reprodução / TV Globo
Redes Sociais
Centro Social dos Cabos e Soldados PM/CBM-MG - Rua Dom Oscar Romero, nº 500 - Belo Horizonte - Minas Gerais
Central de atendimento ao Sócio cscs@cscs.org.br | Fone Sede Social: (31) 3371-6563
© 2019 | Assessoria de Comunicação - CSCS PMCBM-MG