Home | Plataforma CSCS | Webmail | Documentos | Dúvidas Frequentes | Facebook | Instagram | Fale Conosco
HOME | INSTITUCIONAL | ASSOCIE-SE JÁ! | SERVIÇOS OFERECIDOS | HOTÉIS DE TRÂNSITO | REGIONAIS | POUSADAS | CASA DE APOIO | PROTEÇÃO AUTOMOTIVA | JURÍDICO | FALE CONOSCO | CSCSTV (vídeos)
img

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

img

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Nome:
Email:
Confirme seu cadastro:
Nome:
(DDD)
Confirme seu cadastro:
PM prende filho do vice-presidente do TJMG por suspeita de desacato em BH
Publicado em 03/09/2018 15:09

Militares de uma base móvel relataram que o jovem de 23 anos teria aberto a janela da parte de trás e ofendido os policiais com gritos.

(Foto: Reprodução/TV Globo)

A Polícia Militar (PM) prendeu o filho do vice-presidente do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) por suspeita de desacato, na madrugada desta segunda-feira (3), em Belo Horizonte.

Militares de uma base móvel relataram que em uma rua do bairro Funcionários, na Região Centro-Sul da capital mineira, Mateus Resende Vilela, de 23 anos, teria aberto a janela da parte de trás do carro onde ele estava e ofendido os policiais com gritos. Segundo o boletim de ocorrência da PM, Mateus Resende Vilela, de 23 anos, estava com três amigos.

Os PMs perseguiram o carro e abordaram os passageiros, mas o rapaz teria empurrado um dos policiais e continuado as agressões verbais.

Os policiais relataram que Mateus se identificou como filho do primeiro vice-presidente do TJMG, José Afrânio Vilela.

O desembargador foi chamado e esteve no local. Ainda de acordo com o boletim de ocorrência, ele chegou a se posicionar na frente da viatura, que estava levando o filho dele para a delegacia por desacato.

Mateus Resende Vilela foi levado para a Central de Flagrantes (Ceflan) da Polícia Civil, no bairro Santa Tereza, na Região Leste. No boletim de ocorrência, ele afirma ter sido agredido pelos militares e foi encaminhado para a Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) Centro-Sul para ser atendido.

Uma jovem de 21 anos que dirigia o carro prestou depoimento durante a madrugada e negou que Mateus tenha xingado os policiais.

No boletim de ocorrência, o vice-presidente do TJ José Afrânio Vilela afirmou que recebeu uma ligação de que o filho estaria sendo agredido por um policial militar. No local, ele foi informado que Mateus Rezende Vilela havia sido preso por desacato à autoridade, mas não revelou por qual crime e que ele seria levado para a delegacia.

Ainda segundo o boletim de ocorrência, o desembargador afirmou que não foi informado para qual delegacia o filho seria levado e, por isso, se posicionou em frente à viatura.

A reportagem não conseguiu contato com algum parente ou advogado do filho do vice-presidente. Já a assessoria do TJ informou que a prisão do filho de José Afrânio Vilela é uma questão pessoal e que o tribunal não vai se pronunciar sobre o caso.

Fonte: Bom Dia Minas, Belo Horizonte

Foto: Reprodução/TV Globo
Redes Sociais
Centro Social dos Cabos e Soldados PM/CBM-MG - Rua Dom Oscar Romero, nº 500 - Belo Horizonte - Minas Gerais
Central de atendimento ao Sócio cscs@cscs.org.br | Fone Sede Social: (31) 3371-6563
© 2019 | Assessoria de Comunicação - CSCS PMCBM-MG