Home | Plataforma CSCS | Webmail | Documentos | Dúvidas Frequentes | Facebook | Instagram | Fale Conosco
HOME | INSTITUCIONAL | ASSOCIE-SE JÁ! | SERVIÇOS OFERECIDOS | HOTÉIS DE TRÂNSITO | REGIONAIS | POUSADAS | CASA DE APOIO | PROTEÇÃO AUTOMOTIVA | JURÍDICO | FALE CONOSCO | CSCSTV (vídeos)
img

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

img

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Nome:
Email:
Confirme seu cadastro:
Nome:
(DDD)
Confirme seu cadastro:
Polícia divulga retrato falado de acusado de amarrar e estuprar jovem
Publicado em 30/08/2018 11:08

Polícia divulga retrato falado de homem que amarrou jovem com corda de varal e a estuprou na região Centro-Sul de BH.

(Foto: Divulgação / PCMG)

A Polícia Civil apresentou nesta quarta-feira (29) o retrato falado do suspeito de amarrar com corda de varal e estuprar uma jovem na madrugada do último sábado, no bairro Cruzeiro, na região Centro-Sul da capital. A vítima registrou a ocorrência no dia seguinte, em uma delegacia de plantão de Belo Horizonte.

Segundo a delegada Larissa Mascotte, da Delegacia Especializada de Combate à Violência Sexual, “a vítima relatou que o homem é branco, tem idade aproximada de 28 anos e porte, conforme ela mesma definiu, “fortinho”, medindo em torno de 1,72 m”. Ainda de acordo com a descrição da jovem, ele vestia uma camisa verde, que tinha o escudo de um time e a palavra “football”. “O símbolo da blusa é, provavelmente, igual à tatuagem que ele tem em um dos antebraços”, completou a delegada com base no relato da vítima.

Ainda de acordo com a policial, a jovem relatou que, embora tenha ingerido bebida alcoólica no dia em que sofreu o ataque, acredita que o criminoso tenha usado algum método contraceptivo, já que um preservativo foi encontrado na cena do crime. O material foi encaminhado à perícia para ser analisado.

Expectativa

A Polícia Civil, que já investiga alguns suspeitos, acredita que o retrato falado vai ajudar a corporação a localizar o homem mais rapidamente, pois a semelhança da imagem com o suspeito é grande, conforme a vítima disse à polícia.

“A jovem deu nota 9,7 de semelhança com o homem que a estuprou. Certamente, vai nos ajudar muito a encontrá-lo”, disse a delegada à reportagem.

O crime

A mulher relatou à polícia que voltava de uma festa, a um quarteirão de casa, no bairro Cruzeiro, na região Centro-Sul de BH, por volta das 5h do sábado, quando foi agarrada por um homem, que amarrou as mãos dela com fios parecidos com cordas de varal. Em seguida, o homem a agrediu e a estuprou

Alunas relatam ter medo do local

Estudantes que transitam pelas ruas do bairro Cruzeiro, onde está instalada uma universidade, denunciam a falta de segurança na região. Duas universitárias, que pediram para não ser identificadas, contaram à reportagem que já sofreram violência no local.

Uma das estudantes relatou que foi alvo de bandidos em horário de movimento: “Fui abordada no horário de chegada dos alunos. Um cara pulou da moto e tentou me assaltar. Num momento de loucura, reagi e corri. Por sorte, ele não me pegou”.

Outra estudante contou que foi perseguida por um homem. “Estava com uma amiga na rua, pouco antes das 21h, e um homem veio atrás da gente. Pedi abrigo em uma farmácia do lado”, relatou.

Disque Denúncia

A Polícia Civil garantiu à reportagem do Super Notícia que denúncias sobre o suspeito serão mantidas em sigilo e podem ser registradas pelo Disque-Denúncia, por meio do número 181. O crime de estupro prevê pena de reclusão de seis a dez anos. A Polícia Militar (PM) informou que realiza patrulhamento diariamente na região do bairro Cruzeiro.

Estuprador é psicopata

Ausência de sentimentos como culpa e compaixão são algumas das características da personalidade de um psicopata, categoria em que se encaixam os estupradores, segundo a psicóloga e sexóloga Sônia Eustáquia. “Não é um doente mental”, diz ela, para quem casos de estupro devem ser avaliados por profissionais da saúde. Conforme Sônia, a psicopatia é um desvio de personalidade sem cura.

Iluminação da região

A Prefeitura de Belo Horizonte informou que vai encaminhar, em até 48 horas, uma equipe ao bairro Cruzeiro para verificar a necessidade de troca de lâmpadas e de reatores nas ruas, a fim de melhorar a iluminação da região. Segundo o órgão, nos últimos 30 dias, foram realizados quatro atendimentos referentes a esse serviço na localidade.

Fonte: Michelyne Kubitschek – O Tempo

Foto: Divulgação / PCMG
MAIS NOTÍCIAS
Confira como foi o Dia das Crianças no CSCS

O sábado, 12 de outubro, foi comemorado com muita diversão e alegria pelas crianças que passaram pelo Centro Social dos Cabos e Soldados (CSCS PM/CBM-MG) em BH. Com atividades recreativas e muitas guloseimas, as...Leia mais.

CSCS de Governador Valadares constrói novas churrasqueiras na Sede Campestre

O Centro Social dos Cabos e Soldados da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (CSCS PM/CBM-MG) regional Governador Valadares, através dos funcionários Fabinho, Elessandro e Sebastião, que tiveram...Leia mais.

II Semana de Integração e Saúde aconteceu no CSCS

O Centro Social dos Cabos e Soldados da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (CSCS PM/CBM-MG) foi sede da II Semana de Integração e Saúde, organizada pelo Centro de Atividades Musicais da PMMG,...Leia mais.

CSCS participa de 3º Encontro entre Parlamentares e Lideranças no âmbito do Movimento Sou Minas Demais

O presidente do Centro Social dos Cabos e Soldados da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (CSCS PM/CBM-MG), Cabo Coelho, junto ao diretor administrativo do CSCS, Sgt Oliva, estiveram presentes no 3º Encontro...Leia mais.

Polícia recupera carga roubada de três toneladas de explosivos

(Foto: Divulgação / Polícia Civil)

A Polícia Civil recuperou, na noite desta segunda-feira (23), uma carga de três toneladas de explosivos que havia sido roubada durante manhã, na BR-381,...Leia mais.

VER TODAS AS NOTÍCIAS
Redes Sociais
Centro Social dos Cabos e Soldados PM/CBM-MG - Rua Dom Oscar Romero, nº 500 - Belo Horizonte - Minas Gerais
Central de atendimento ao Sócio cscs@cscs.org.br | Fone Sede Social: (31) 3371-6563
© 2019 | Assessoria de Comunicação - CSCS PMCBM-MG