Home | Plataforma CSCS | Webmail | Documentos | Dúvidas Frequentes | Facebook | Instagram | Fale Conosco
HOME | INSTITUCIONAL | ASSOCIE-SE JÁ! | SERVIÇOS OFERECIDOS | HOTÉIS DE TRÂNSITO | REGIONAIS | POUSADAS | CASA DE APOIO | PROTEÇÃO AUTOMOTIVA | JURÍDICO | FALE CONOSCO | CSCSTV (vídeos)
img

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

img

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Nome:
Email:
Confirme seu cadastro:
Nome:
(DDD)
Confirme seu cadastro:
90 mil cigarros falsificados são apreendidos em Minas Gerais
Publicado em 10/08/2018 11:08

Duas pessoas foram detidas; até cigarro de palha grupo falsificava.

(Foto: Reprodução / TV Globo)

A Polícia Civil informou, nesta quinta-feira (9), que duas pessoas foram presas em uma operação que apreendeu 90 mil cigarros falsificados em Minas Gerais. Até cigarro de palha o grupo falsificava.

Uma mulher também foi levada para a delegacia para prestar esclarecimento. Ela é suspeita de vender o produto no centro de Belo Horizonte.

A investigação durou três meses e ainda prendeu dois homens suspeitos de atuarem na quadrilha que, segundo a polícia, está entre as maiores falsificadoras de cigarro do estado.

De acordo com a corporação, entre os presos, está o dono de uma gráfica que reproduzia as embalagens dos cigarros originais. A polícia cumpriu os mandados de prisão em Martinho Campos, no Centro-Oeste do estado.

Além disso, mandados de busca e apreensão foram cumpridos em outras cidades do interior e no shopping Xavantes da capital mineira.

A falsificação era feita para burlar impostos e vender os produtos sem a fiscalização dos órgãos de segurança sanitária, afirmou a corporação. A polícia disse que o total apreendido renderia R$500 mil à quadrilha.

O shopping Xavantes informou que as lojas onde o material foi apreendido possui contratos regulares, registrados como tabacaria. O shopping acrescentou que a responsabilidade pelos produtos é de cada lojista e que não tem poder de fiscalização. A administração também disse que vai colaborar com as investigações. Os suspeitos podem responder a crimes contra propriedade industrial e por sonegação fiscal.

Fonte: MG2, Belo Horizonte

MAIS NOTÍCIAS
Projeto de Lei consolidará o Sistema de Proteção Social dos Militares de MG

Na manhã desta terça-feira, 05 de maio, o presidente do Centro Social dos Cabos e Soldados da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (CSCS PM/CBM-MG), Cabo Coelho e o diretor administrativo, Sargento...Leia mais.

Previdência dos Militares mobiliza representantes de classe, parlamentares e Comandos da PM e CBM em BH

Na manhã desta quarta-feira, 29/04, o presidente do Centro Social dos Cabos e Soldados da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (CSCS PM/CBM-MG), Cabo Coelho e o diretor administrativo, Sargento Oliva,...Leia mais.

IPSM foi tema de reunião entre Entidades de Classe e parlamentares

Na última segunda-feira, 20 de abril, o diretor administrativo do Centro Social dos Cabos e Soldados da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (CSCS PM/CBM-MG), Sargento Oliva, representando o presidente Cabo...Leia mais.

Nota de Repúdio – Governo de Minas declara embate com os servidores da Segurança Pública

A diretoria do Centro Social dos Cabos e Soldados da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (CSCS PM/CBM-MG) teve acesso e repudia o memorando número 0283, do Comitê de Orçamento e Finanças...Leia mais.

VER TODAS AS NOTÍCIAS
Redes Sociais
Centro Social dos Cabos e Soldados PM/CBM-MG - Rua Dom Oscar Romero, nº 500 - Belo Horizonte - Minas Gerais
Central de atendimento ao Sócio cscs@cscs.org.br | Fone Sede Social: (31) 3371-6563
© 2020 | Assessoria de Comunicação - CSCS PMCBM-MG