Home | Plataforma CSCS | Webmail | Documentos | Dúvidas Frequentes | Facebook | Instagram | Fale Conosco
HOME | INSTITUCIONAL | ASSOCIE-SE JÁ! | SERVIÇOS OFERECIDOS | HOTÉIS DE TRÂNSITO | REGIONAIS | POUSADAS | CASA DE APOIO | PROTEÇÃO AUTOMOTIVA | JURÍDICO | FALE CONOSCO | CSCSTV (vídeos)
img

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

img

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Nome:
Email:
Confirme seu cadastro:
Nome:
(DDD)
Confirme seu cadastro:
Presa em São Paulo a médica envolvida com o “bando da degola” que matou empresários
Publicado em 11/07/2018 12:07

Gabriela Corrêa da Costa foi encontrada em Diadema, na Grande São Paulo. Condenada a mais de 46 anos por homicídio qualificado, ela estava foragida desde o mês passado.

(Foto: Edesio Ferreira / EM / D.A Press)

A médica Gabriela Corrêa Ferreira da Costa, de 34 anos, condenada a 46 anos e seis meses por sua participação no “bando da degola”, chefiado por Frederico Flores, foi presa na tarde desta terça-feira em Diadema, na Grande São Paulo. Desde o mês passado ela estava com ordem judicial de prisão em aberto, depois que os recursos de sua defesa não tiveram acolhidas no Tribunal de Justiça de Minas Gerais, onde a quadrilha extorquiu e matou os empresários Fabiano Ferreira Moura, de 36, e Rayder Santos Rodrigues, de 39, em abril de 2010.

Em março de 2015, Gabriela Costa foi levada a júri popular e acabou sentenciada por homicídio qualificado, cárcere privado, extorsão, destruição e ocultação de cadáver e formação de quadrilha. Na época, ela chegou a ser presa na fase do inquérito policial e instrução processual, mas depois do julgamento ganhou o direito de recorrer em liberdade. Sua defesa entrou com vários recursos no TJMG contra a decisão do conselho de sentença.

Os empresários foram mantidos em cárcere privado, torturados e degolados em um apartamento no Bairro Sion, Região Centro-Sul de Belo Horizonte. Segundo as investigações, Frederico Flores foi informado que Rayder e Fabiano estavam envolvidos em estelionato e contrabando, movimentando grande quantidade de dinheiro em várias contas bancárias. A partir daí, o bando formado por oito integrantes sequestrou, extorquiu e matou os empresários.

Os assassinatos aconteceram em 10 e 11 de abril, no apartamento, depois que os acusados realizaram saques e transferências das contas das vítimas. Em seguida, segundo relato do Ministério Público, eles mataram os empresários, cortando suas cabeças e dedos para dificultar a identificação, e os levaram para a região de Nova Lima, onde foram deixados parcialmente queimados. No dia seguinte, os réus se reuniram para limpar o apartamento. A médica foi apontada nas investigações da Polícia Civil como a gerente da quadrilha.

Na tarde desta terça-feira, uma denúncia anônima chegou aos policiais de Diadema. Militares foram até o local em que Gabriela estava e a prenderam em cumprimento a ordem judicial. A médica foi levada para uma unidade da Polícia Civil de São Bernardo do Campo, onde há carceragem feminina. Não há ainda definição sobre sua transferência para Minas Gerais.

Fonte: Estado de Minas

MAIS NOTÍCIAS
Servidores da Segurança Pública fazem Ato de Repúdio contra o atraso e parcelamento dos salários além do não pagamento do 13º

Nesta quinta-feira, 13 de dezembro, os servidores da segurança pública voltaram às ruas da Capital mineira para mais um ato de protesto contra o descaso do Governo Pimentel que vem nos últimos quatro anos parcelando e...Leia mais.

Militares socorrem e adotam cão abandonado

(Foto: Divulgação / PMMG)

Na noite desta terça-feira (11), policiais do tático móvel do 13º BPM, durante patrulhamento, depararam-se com um cachorro abandonado, amarrado em uma lixeira....Leia mais.

18º Batalhão prende seis pessoas, apreende simulacro de arma de fogo e recupera veículo roubado

Nesta terça-feira (11), militares da 25ª Cia Tático Móvel, após receberem informação sobre roubo no bairro Fonte Grande, em Contagem, região metropolitana de Belo Horizonte, partiram para o...Leia mais.

Polícia detém suspeito por tráfico de drogas porte ilegal de arma de fogo em Castanheira, BH

(Foto: Divulgação / PMMG)

Após receberem informações de que estaria ocorrendo tráfico de drogas na avenida principal do Bairro Castanheira, em Belo Horizonte, policiais do Tático...Leia mais.

Traficante é preso em Santa Luzia

Em cumprimento de denúncias anônimas relativo a uma organização criminosa comandada pelos vulgos "Pernalonga" e "Borracha", militares da 71 Cia do 35° BPM prenderam, na terça-feira (11), Ronaldo Alves...Leia mais.

VER TODAS AS NOTÍCIAS
Home | Fale Conosco | Termo de Uso | Política de Privacidade Centro Social dos Cabos e Soldados PM/CBM-MG - Rua Dom Oscar Romero, nº 500 - Belo Horizonte - Minas Gerais
Central de atendimento ao Sócio cscs@cscs.org.br | Fone Sede Social: (31) 3371-6563
© 2018 Centro Social dos Cabos e Soldados da Polícia Militar e Bombeiro Militar de Minas Gerais - CSCS